Churrasco do Bem reúne experts em carne, amantes de cavalos e solidariedade

Agronegócio

Churrasco do Bem reúne experts em carne, amantes de cavalos e solidariedade

O Churrasco do Bem, iniciativa beneficente em prol do projeto de equoterapia da Estância Tordilha reuniu mais de 100 pessoas
Por:
955 acessos

O Churrasco do Bem, iniciativa beneficente em prol do projeto de equoterapia da Estância Tordilha, de Indaiatuba (SP), reuniu no sábado (19/11) mais de 100 pessoas. O público saboreou mais de 150 kg de carne preparados por experts em três estações de churrasco: costela de chão, por Cláudio Sander e Virgílio Paiva, do BBQ Tour; Anderson Amar e Bruno Panhoca, do Smoke Texas BBQ comandaram o Pit Smoker, uma churrasqueira gigante que preparou cortes por até 12 horas e as meninas do Churras Delas Aline Marinho e Joana Angélica prepararam na parrilla o bife ancho com participação especial de João Paulo Oliveira, da Churrascoterapia. Patrocinaram o evento o Instituto Marfrig e Cerveja Miller, com o apoio da Fazenda Cana Verde e do Maragata Polo Team, um dos mais tradicionais times de polo da cidade.

“Além da qualidade da carne e do clima de muita alegria, o Churrasco do Bem proporcionou inclusão ao colocar no mesmo ambiente amantes de cavalos, seja para a prática de esportes, da equoterapia como também o contato de empresários da região e apreciadores de uma boa carne com o trabalho que desenvolvemos na Tordilha”, destaca a responsável por novos negócios da Estância Tordilha, Carolina Barretto.

Na ocasião foram apresentados números do primeiro ano de funcionamento da Associação Estância Tordilha, que oferece equoterapia com uma equipe multidisciplinar, composta por fisioterapeutas, psicólogos, pedagogos, fonoaudiólogos e equitador.

“Tivemos neste primeiro ano 47 praticantes, dentre os quais 36 com 100% de bolsa e cinco com bolsa de 50%, além de seis particulares. Para que isso fosse possível, contamos com 32 padrinhos e sete empresas madrinhas. Atualmente temos quatro cavalos, quatro condutores e 11 terapeutas. Para 2017, nossos objetivos é ter 100 praticantes, 50 padrinhos e oferecer 35 horas de treinamento para a equipe se capacitar ainda mais. Por isso, convidamos quem quiser participar do projeto a apadrinhar um praticante, seja como pessoa física ou jurídica”, reforça a fundadora da Estância Tordilha, Thaís Perez.

A prática de equoterapia realizada na Estância Tordilha proporciona benefícios neuromotores e psicossociais a partir do movimento trimendissional do cavalo e o contato com a natureza, que deixam o praticante mais relaxado e feliz. “O movimento trimendissional atua no sistema nervoso central, fazendo com que o corpo receba estímulos e aos poucos vá relaxado, ganhando confiança, alegria e todos os benefícios que a prática proporciona. No nosso método, a integração é fundamental entre praticante, equipe, cavalo e família. Esse todo compõe a nossa alegria”, explica Thaís. 

Além do tratamento, a Estância Tordilha oferece um suporte psicológico às famílias em um ambiente convidativo de contato com a natureza e, ao mesmo tempo, oferecendo a segurança técnica de uma equipa multidisciplinar.
 


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink