Ciclone causa perda de R$ 102 milhões na agricultura de Santa Catarina
CI
Agronegócio

Ciclone causa perda de R$ 102 milhões na agricultura de Santa Catarina

Por:

As perdas na agricultura catarinense causadas pelo ciclone Catarina já somam R$ 101, 9 milhões, segundo levantamento preliminar feito pela Empresa de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural de Santa Catarina (Epagri), ligada à Secretaria de Agricultura e Política Rural do Estado. As culturas mais atingidas foram as de arroz, banana e milho, além de perdas com estufas e outras construções rurais.

O ciclone atingiu 21,9% da plantação de arroz do Estado, causando um prejuízo de R$ 31,1 milhões. Na região de Criciúma, que reúne nove municípios, as perdas totais foram de R$ 18,72 milhões, segundo Renato Bez Fontana, gerente regional da Epagri em Criciúma.

A situação foi mais problemática para a banana, que teve metade da área plantada destruída e só irá se recuperar em 18 meses - tempo de maturação dos novos pés. "O prejuízo com a cultura foi de R$ 4,8 milhões. São pequenos produtores, que não trabalham com monocultura e não sabem como enfrentar o problema", afirma Fontana.

Na região de Araranguá, que reúne 11 municípios, as perdas foram de R$ 68,75 milhões, e a destruição de construções rurais causou prejuízo estimado de R$ 14,47 milhões. Houve destruição de 70% da safra de banana da região e 90% da produção do milho safrinha. "Com essas perdas, o Estado deverá aumentar as compras de banana e milho de outras regiões do país para abastecer o mercado", avalia Éclair Alves Coelho, gerente regional da Epagri em Araranguá.

No Rio Grande do Sul, os valores ainda não foram estimados, mas levantamento preliminar feito pela Emater-RS aponta que a maior perda foi também com a cultura de banana. A devastação atingiu 2,3 mil hectares, ou 15% da área destinada ao plantio da fruta no Estado.

O ciclone Catarina atingiu o sul de Santa Catarina e o norte do Rio Grande do Sul no último fim de semana com ventos de até 150 quilômetros por hora.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink