Conab lança mais um PEP de milho para o dia 28

Agronegócio

Conab lança mais um PEP de milho para o dia 28

Por:
231 acessos

Enfim novos recursos foram disponibilizados e a Conab executará mais um leilão de PEP de milho no dia 28 de agosto, abrangendo 760 mil toneladas do Centro-Oeste e Paraná. Diante da queda de preços nas regiões produtoras nas últimas semanas, os prêmios foram reajustados. O lote de Goiás/Distrito Federal (80 mil toneladas) receberá um prêmio máximo de R$ 3,18/saca, contra R$ 2,16/saca anteriormente. No Mato Grosso os prêmios variarão de R$ 5,46 a R$ 6,66/saca. Apesar do reajuste, o valor ainda é completamente insuficiente para promover o aumento do escoamento do grão ao mercado externo, sinalizando um inalterado contexto de represamento das ofertas ainda nos próximos meses nas regiões de safrinha.

De qualquer maneira, o retorno do mecanismo colabora para a paralisação das quedas de preços nas regiões produtoras, apesar da paridade nos portos permanecer abaixo do referencial na praça paulista. Algum suporte tenta ser encontrado na BM&F, onde o contrato de setembro de 2009 oscila ao redor de R$ 19,66/saca (Campinas/SP), valor relativamente firme nos últimos seis pregões.

Já nos portos, a estimativa de remuneração nessa quarta-feira (26) oscilou ao redor de R$ 17,75/saca FOB, portanto, ainda bem abaixo do referido vencimento a futuro na BM&F. A oscilação do mercado paulista em um nível mais competitivo em relação ao porto obviamente indica que os excedentes de milho no País não são tão abundantes quanto os reportados neste momento em regiões como Goiás e Mato Grosso. Ressalta-se que a colheita total de milho neste ano no Brasil foi bem menor do que em 2008.

De qualquer modo, sem alguma contrapartida nas exportações, a expectativa de recuperação dos preços domésticos fica praticamente nula. A estagnação de preços predomina no mercado norte-americano, diante da proximidade de uma boa colheita local. Em Chicago, o milho continua perdendo valor em relação à soja. A demanda externa por ambos os grãos corre em sentido contrário. As exportações de milho também avançam a um ritmo muito lento nos Estados Unidos (EUA). No Brasil, o grão deverá ter uma área colhida novamente menor em 2010.

Veja tabela de dados no site (http://www.faeg.com.br/index.php?option=com_content&view=article&id=3550&Itemid=113 )

A análise de mercado do milho é realizada diariamente pela Gerência de Estudos Técnicos e Econômicos da Federação da Agricultura e Pecuária de Goiás (FAEG).

Gerente de Estudos Técnicos e Econômicos: Edson Alves Novaes
Responsável técnico: Adriano Vendeth


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink