Desmatamento na Amazônia cai 70%
CI
Imagem: Arquivo
JANEIRO

Desmatamento na Amazônia cai 70%

Área preservada é maior que o centro urbano da cidade de São Paulo
Por: -Eliza Maliszewski

O Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) divulgou, nesta sexta-feira (12) que janeiro registrou queda de 70% em alertas de desmatamento na Amazônia Legal no comparativo com o mesmo período de 2020. Trata-se do menor índice dos últimos quatro anos.

Em janeiro de 2018 eram 183 km² desmatados; em janeiro de 2020 eram 284 km² e em janeiro de 2021 são 86 km². Segundo o órgão a queda vem sendo observada desde agosto, quando somente nesses seis meses houve recuo de 21%. Foram 988 quilômetros quadrados a menos a criar alertas. A área protegida, em comparativo, é maior que o centro urbano de São Paulo, que possui cerca de 950 quilômetros quadrados.

A repressão a degradação do meio ambiente tem sido realizada em uma força-tarefa do Governo Federal, sobretudo no âmbito da Operação Verde Brasil 2, coordenada pelo Conselho Nacional da Amazônia Legal (CNAL). Desde o início desta operação, foram apreendidos 331 mil m³ de madeira, 1.699 embarcações, 326 tratores e 20 aeronaves, além da aplicação de 4,8 mil multas, totalizando R$ 3,33 bilhões.

O vice-presidente, Hamilton Mourão, que também preside o Conselho Nacional da Amazônia Legal, já previa o número no começo deste mês. Ele destacou, na oportunidade, que a fiscalização deve ser efetiva, focada em ações preventivas para evitar que os crimes ocorram.  As forças armadas da Operação Verde Brasil, que combate crimes ambientais na região, deve ficar até 30 de abril.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink