É necessária estratégia de manejo e proteção das sementes
CI
Agronegócio

É necessária estratégia de manejo e proteção das sementes

Diz gerente da Bayer CropScience, Siegfrid Baumann
Por: -Leonardo Gottems

Com o desenvolvimento da genética, biotecnologia e todos os avanços tecnológicos do agronegócio, se fazem necessárias estratégias de manejo para a proteção das sementes e também do investimento realizado. É o que aponta o gerente de SeedGrowth da Bayer CropScience, Siegfrid Baumann.


De acordo com a Associação Brasileira de Sementes e Mudas (Abrasem), a produção brasileira de sementes saltou de 1,6 milhão de toneladas, em 2001, para mais de três milhões na safra 2012/13. Especialistas ressaltam que a própria característica continental do País favorece a produção de sementes de alta qualidade, de diferentes espécies e em diferentes condições edafoclimáticas.

“Além de o produtor utilizar sementes de qualidade, a aquisição de sementes certificadas e de boa procedência associadas ao tratamento de sementes são práticas que proporcionam maior segurança do investimento que ele está realizando. No caso de tratamento de sementes, falamos em tratamento com fungicidas para o controle de doenças e com inseticida para proteger a semente do ataque de pragas”, detalha o executivo. 


“Há ainda diferentes tecnologias para a aplicação destes produtos às sementes e isso pode também interferir na qualidade do tratamento e da eficiência dos produtos. Outras técnicas também devem ser consideradas, como as práticas de manejo de pragas durante o ano e a aplicação do inoculante, por exemplo, que vão ajudar as plantas na absorção de nitrogênio, elemento fundamental para seu desenvolvimento, e fazer a proteção do potencial produtivo de cada variedade”, acrescenta ele.

Baumann, no entanto, afirma que “para o investimento realmente ser bem sucedido, o agricultor deve equilibrar uma série de outros fatores, como a escolha de uma variedade que seja adaptada para determinada região, obedecer às recomendações agronômicas, corrigir e adubar o solo, promover um bom manejo da área e, claro, lançar mão do tratamento de sementes com produtos eficazes e completos do ponto de vista de proteção de cultivos”.


O gerente da Bayer CropScience destaca o produto CropStar®, o qual segundo ele “tem ação em diferentes alvos constituindo um inseticida diferenciado para proteção da semente e da plântula (fase inicial das plantas) contra diferentes pragas, tais quais lagartas, insetos sugadores e nematoides. Ele também possui uma ação que chamamos de “Força Anti-Estresse”, já que atua no metabolismo da planta, promovendo melhor desenvolvimento, o que está ligado a maior e melhor absorção de água e nutrientes, convertendo tudo isso em um visual desenvolvimento das raízes e da parte aérea. Para o produtor, é o início da proteção do investimento em insumos e defensivos para o plantio da nova safra”.

Baumann cita ainda outras soluções da empresa para essa área: “A Bayer criou um conceito chamado Bayer SeedGrowthTM, em que estão todas as melhores tecnologias disponíveis para o tratamento das sementes. Além dos produtos para agricultura, também produzimos equipamentos para tratamento de sementes e recobrimentos. Além disso, têm as sementes Bayer CropScience, como por exemplo o algodão FiberMax® e a tecnologia para soja da SoyTech®. Em resumo, são cinco frentes: produto, equipamento, recobrimento, serviço e sementes”.

Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink