Em cinco meses, Brasil aloja quase um quarto a mais de pintos de corte

Agronegócio

Em cinco meses, Brasil aloja quase um quarto a mais de pintos de corte

Nos últimos 12 meses, a exceção entre os cinco estados com maior produção de frangos fica com São Paulo: foi o único a manter um alojamento inferior ao registrado em julho de 2008
Por:
144 acessos
A análise da evolução do alojamento de pintos de corte no Brasil mostra que a quase totalidade do País já retornou à fase “pré-crise econômica”. Assim, nos últimos 12 meses, a exceção entre os cinco estados com maior produção de frangos fica com São Paulo: foi o único a manter um alojamento inferior ao registrado em julho de 2008, época em que toda a economia ainda vivia período de euforia. E o encolhimento de São Paulo fez com que também a Região Sudeste fosse a única a continuar registrando alojamento negativo, ainda que em Minas Gerais, outro dos “cinco grandes”, o volume alojado mais recentemente tenha registrado aumento de cerca de 13%.

Porém, quando essa análise se concentra nos números mais imediatos, constata-se uma expansão generalizada do alojamento. Dessa forma, comparativamente ao que foi alojado em fevereiro de 2009, mês em que se registrou o menor volume nominal deste ano, o alojamento de julho passado foi quase um quarto maior, pois aumentou perto de 23%.

Como isso ocorreu no curtíssimo espaço de cinco meses, havendo estados que aumentaram seu alojamento bem acima da média brasileira, fica mais bem explicada a atual situação de mercado do frango.
 

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink