Embrapa e IPA lançam Sistema de Produção de Banana para a Zona em PE
CI
Agronegócio

Embrapa e IPA lançam Sistema de Produção de Banana para a Zona em PE

O lançamento aconteceu durante o dia de campo sobre a cultura da banana
Por:
O Engenho Tapuia, no Município de Amaraji, na Mata Sul de Pernambuco, foi palco, na quarta-feira (7), para o lançamento do Sistema de Produção de Banana para a Zona da Mata de Pernambuco, editado pela Embrapa Tabuleiros Costeiros (Aracaju, SE), Unidade da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária, vinculada ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, e pelo Instituto Agronômico de Pernambuco (IPA).

O lançamento aconteceu durante o dia de campo sobre a cultura da banana, organizado pelo IPA para os agricultores da região, coma participação de extensionistas dos municípios de São Benedito do Sul, Xexéu, Palmares, Amaraji, Primavera, Gameleira, Recife, Joaquim Nabuco, Maraial, Ribeirão, Cortês, Escada, Catende, Belém de Maria e Goiana.

Os pesquisadores Josué Francisco da Silva Junior, da Embrapa Tabuleiros Costeiros, Geraldo Majella Bezerra Lopes e Luiz Gonzaga Bione Ferraz, do IPA, também editores do Sistema de Produção, reuniram os extensionistas rurais, principal público alvo, e bananicultores presentes no evento e apresentaram a publicação.

Elaborado com a participação de 20 pesquisadores da Embrapa, IPA e Universidade Federal Rural de Pernambuco, o Sistema de Produção está sendo distribuído para todos os escritórios de extensão rural do IPA e secretarias municipais de agricultura dos municípios da Zona da Mata e Agreste de Pernambuco.

Bananeira

A bananeira é uma das mais importantes espécies frutíferas cultivadas em Pernambuco e a de maior expressão econômica e social para a Zona da Mata do estado. A cadeia produtiva da banana se constitui a base econômica de diversos municípios da região, sendo essa fruta importante fonte de alimento e de renda para sua população pobre.

A Zona da Mata Pernambucana abrange 43 municípios, é a maior região produtora de banana do estado e uma das maiores do país, com capacidade média estimada em mais de 133 mil toneladas anuais, o que corresponde a 35% do total produzido em Pernambuco.

“Há longo tempo, os diversos atores e segmentos da cadeia produtiva da banana têm demandado um sistema de produção que reúna as tecnologias geradas e adaptadas para a cultura da banana em Pernambuco para uso imediato nas regiões produtora da Zona da Mata do estado”, explicou Josué Júnior.

Com o trabalho, os pesquisadores pretendem preencher essa lacuna, disponibilizando um conjunto de informações sobre o cultivo da bananeira, elaborado por especialistas de reconhecida competência em suas áreas de atuação e conhecedores da realidade dos bananicultores pernambucanos.

O livreto, disponível também online em formato PDF (clique aqui para baixar), aborda o sistema sob o ponto de vista da Produção Integrada de Banana, e traz informações sobre o sistema de cultivo orgânico da bananeira para a região. O trabalho contém informações atualizadas e objetivas sobre o cultivo da bananeira, e a aplicação das técnicas contidas neste Sistema de Produção contribuirá para o desenvolvimento da bananicultura da região, incorporando seu produto aos mercados cada vez mais competitivos.

Com a publicação desse Sistema de Produção, os autores preenchem uma lacuna de quase 30 anos, desde a última publicação do gênero. Um novo lançamento está programado para os extensionistas e técnicos da mesorregião da Mata Norte Pernambucana, no mês de janeiro, em Goiana, PE.

Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.