Embrapa lança IX Congresso Brasileiro de Soja e Mercosoja 2021
CI
Imagem: Eliza Maliszewski
EVENTO

Embrapa lança IX Congresso Brasileiro de Soja e Mercosoja 2021

A Embrapa Soja realizou no dia 23 de outubro, o lançamento do IX Congresso Brasileiro de Soja e do Mercosoja 2021
Por:

A Embrapa Soja realizou no dia 23 de outubro, o lançamento do IX Congresso Brasileiro de Soja e do Mercosoja 2021, em formato digital, e está disponível no canal da Embrapa Soja no YouTube. Participaram da solenidade: Celso Moretti, presidente da Embrapa; Rodolfo Rossi, ex-presidente e membro do Comitê Executivo da Associação da Cadeia da Soja Argentina (ACSOJA); Alexandre Nepomuceno, chefe-geral da Embrapa Soja e Adilson de Oliveira, presidente do evento. Veja mais no site.

Moretti destacou que o tema do evento Desafios para a produção sustentável de soja condiz com a relevância que a soja brasileira assume mundialmente. Na safra 2019/20, o Brasil produziu 257 milhões de toneladas de grãos, dos quais mais de 120 milhões foram de soja. “O Brasil se tornou o maior produtor mundial de soja e a cultura hoje tem reflexos importantes na economia, impactando na realização de negócios, na  geração de emprego e renda e trazendo melhorias para a qualidade de vida de toda a população”, disse.

O presidente da Embrapa afirmou ainda que a cadeia produtiva da soja no Mercosul está centrada na sustentabilidade e citou tecnologias como o desenvolvimento de cultivares adaptadas, o manejo integrado de pragas, doenças e plantas daninhas, o uso de biotecnologia pelo melhoramento genético, assim como técnicas de manejo e conservação de solo. Ao falar de sustentabilidade, ressaltou ainda a Fixação Biológica de Nitrogênio, tecnologia que ao usar bactérias para fixar nitrogênio, dispensam o uso de adubos nitrogenados. “Somente em 2019, com a adoção desta tecnologia, o Brasil deixou de gastar 5 bilhões de dólares com adubos nitrogenados”, disse. “Entendo ser um desafio continuar produzindo de forma sustentável e, neste sentido, estes dois eventos poderão trazer para o debate tecnologias que colaboram com os países do Mercosul serem cada vez mais competitivos”, destacou.

Mercosoja – Rodolfo Rossi também destacou o papel relevante da soja no Mercosul e lembrou que quando o Mercosoja e o CBSoja tiveram início em 1999, a produção de soja neste bloco era de 55 milhões de toneladas e atualmente são produzidos 200 milhões de toneladas nos países do Mercosul. “Somos líderes na produção de soja e é importante realizarmos eventos desta natureza para incentivarmos tanto a adoção de boas práticas agrícolas, assim como a manutenção da sustentabilidade dos sistemas produtivos”, enfatizou.

Impacto da soja para o Brasil - Alexandre Nepomuceno, chefe-geral da Embrapa Soja, ressaltou a relevância da cultura da soja para o agronegócio brasileiro, que representa 21% do Produto Interno Bruto (PIB). "Com a crise do Coronavírus, há a perspectiva de redução do PIB no País, mas o agronegócio deverá continuar tendo protagonismo, porque a demanda mundial por alimentos também é alta e crescente”, explicou.

Aliás, nos próximos 20 anos, o Planeta chegará a 9 bilhões de pessoas e é um grande desafio produzir alimento para suprir a demanda alimentar mundial. “Neste contexto, a soja consolida-se como a principal fonte de proteína, seja em ração animal ou em produtos industrializados”, disse. Nepomuceno afirmou ainda o Brasil, na última safra, tornou-se um importante player, porque atualmente é o maior produtor mundial de soja com aproximadamente 120 milhões de toneladas e maior exportador do grão. Cerca de 80% da soja brasileira é destinada para a China. “A demanda por proteína para atender o mercado chinês - em busca de alimentos de qualidade - deve manter o mercado brasileiro aquecido”, ressaltou. “Mas o Brasil deve incrementar ainda formas de agregação de valor”, afirmou.

Ao apresentar os números impactantes da soja, Nepomuceno falou da necessidade de realizar um evento como o CBSoja, que debate tecnicamente gargalos do setor e também as oportunidades. “Vamos apresentar abordagens diferenciadas para os desafios atuais até tecnologias inovadoras que farão a diferença para manter a nossa competitividade e sustentabilidade da soja brasileira”, reforçou.

IX CBSoja - O presidente do evento Adilson de Oliveira Jr disse que toda temática dos eventos estará centrada nos  desafios tecnológicos para a cadeia produtiva da soja e na apresentação de soluções sustentáveis para melhoria da eficiência e da rentabilidade no campo. “Com certeza, este é o maior fórum técnico-científico sobre a cultura da soja, realizado no Mercosul”, enfatizou.

Os temas serão apresentados pelos mais renomados especialistas de cada área técnica. O objetivo é que apresentem tanto o estado da arte da cultura da soja (desde tecnologias sustentáveis até oportunidades de mercado) quanto as temáticas que estão na vanguarda do conhecimento, a exemplo de bioeconomia e agricultura 4.0.

Oliveira Jr destacou a relevância do evento para prover a integração e o relacionamento entre os participantes. A expectativa é reunir cerca de 2 mil participantes do Brasil e do exterior. “Por isso, entendemos ser uma oportunidade excelente para ampliar e consolidar networking”, destaca.

Uma das novidades desta edição será a Arena da Inovação, ambiente para integrar o ecossistema de inovação, desde startups a empresas de agricultura 4.0, além de apresentar as mais recentes aplicações emergentes e disruptivas para a cadeia produtiva da soja.

O Pavilhão do Expositor pretende ainda congregar informações importantes de mercado para os participantes. Durante o evento foram apresentadas a programação técnica, assim como as possibilidades de participação de empresas, critérios para envio de trabalhos, entre outras informações.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink