Engenheiro Agrônomo: o empresário do campo à mesa

Homenagem

Engenheiro Agrônomo: o empresário do campo à mesa

Engenheiro agrônomo é o profissional que acompanha todos os ciclos da cadeia produtiva
Por: -Aline Merladete
2065 acessos

A profissão de Engenheiro Agrônomo foi uma das primeiras de nível superior a ser regulamentada no país, em 12 de outubro de 1933, com o decreto federal nº 23.196, pelo presidente Getúlio Vargas. Desde então, a data ficou marcada como o Dia do Engenheiro Agrônomo, celebrado nessa sexta-feira (12).

Ao longo dos anos, a história da agronomia se difundiu com o fortalecimento da agricultura brasileira. É que desde a colonização, a ciência agrária ajudou na evolução da economia agrícola, a melhorar a vida do agricultor. E nos dias atuais, as inovações tecnológicas auxiliam neste processo com ferramentas que identificam e diagnosticam doenças no campo sem precisar ir para laboratório, melhorando o combate de fungos e pragas e aumentando a produtividade.

É inquestionável a importância e os benefícios da profissão a agricultura e ao setor do agronegócio. O Engenheiro Agrônomo, além de formação, conhecimento e prática multidisciplinar, tem disposição para enfrentar as adversidades do clima em seu “escritório a céu aberto” e, quando atua em empresas, indústrias, instituições financeiras que tenham negócios ligados à atividade rural, revela-se um empreendedor, com iniciativa e articulação.

Com este cenário, a agronomia é a área que demanda profissionais qualificados e, além disso, apresenta diferentes oportunidades de atuação no mercado, trabalhando desde a propriedade, laboratórios, empresas, universidades, extensão e órgãos públicos.  A atividade do agrônomo dispõe de um leque de oportunidades em que se pode operar, inclusive nas áreas de marketing, inteligência de mercado, análise de risco, entre outras. Isso demonstra uma mudança importante no papel deste profissional, que deixa de ser prioritariamente técnico e passa a ser também um consultor altamente especializado, independente da área de atuação. Com o avanço da tecnologia, ele consegue ainda, trabalhar em diversas áreas e também construir um planejamento para o trabalho dele. O engenheiro agrônomo é o profissional que estuda, analisa e acompanha todos os ciclos da cadeia produtiva, desde quando se planta a semente até o cálculo dos estoques de produtos. Este técnico estuda as melhores maneiras de se preparar o solo, combater as doenças e pragas e de armazenar a produção.

O estudante de agronomia da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), Maximilian Lässig, declara que o desafio de continuar levando comida para a mesa das pessoas, de forma sustentável, sem agredir o meio ambiente, para um número crescente de pessoas que habitaram o mundo nos próximos anos, utilizar tecnologias atuais e que estão sendo desenvolvidas – levou a escolha da sua profissão:  engenheiro agrônomo. “Quero fazer parte daqueles que estão contribuindo para construindo uma agricultura brasileira sempre pujante que responde a altura todas as exigências que são impostas a ela”, ressalta o estudante.

No Brasil, a agricultura vem em primeiro lugar, como grande produtora de matéria-prima e alimentos, para abastecimento interno e comercialização com o exterior, sendo a responsável pela maior arrecadação do PIB brasileiro e nos últimos anos, mostrando o papel essencial para o país, fazendo com que a balança comercial brasileira fique positiva. De acordo com os dados da Conab, a produção estimada para o primeiro levantamento da safra 2018/19 indica um volume entre 233,6 e 238,5 milhões de toneladas, com uma variação entre 2,5 e 4,7% a mais do que a safra passada. Isso significa que a produção nacional poderá aumentar entre 5,6 e 10,6 milhões de toneladas.

De acordo com o engenheiro agrônomo e e diretor de marketing da Corteva Agriscience, Douglas Ribeiro, antes do papel vem o propósito, o juramento que fazemos antes de iniciarmos a exercer a profissão, esse juramento fala em cuidar da terra, respeitá-la. "Cuidar de suas riquezas para, então, aplicar a ciência, a inovação, as tecnologias, de forma consciente, sustentável, buscando sempre o equilíbrio necessário na busca continua de alimentar e vestir o mundo, preservando as gerações futuras. Esse juramento também fala de fazer com o coração, o que remete a uma realidade que visualizamos todos os dias quando encontramos com nossos colegas agrônomos pelo Brasil. Todos fazem seu trabalho com muita dedicação, fazem genuinamente com amor, e acredito que, desta forma, estão exercendo na essência o papel que lhe cabe, seja na agricultura, seja na pecuária ou no setor de florestas", afirma Ribeiro.

O engenheiro agrônomo é um profissional fundamental em todos âmbitos. Sua função principal é estar dedicado a produzir, sejam alimentos, energias renováveis, matéria-prima para roupas e muitos outros produtos, que têm servido como alavanca de constante crescimento da economia brasileira. O agronegócio que também é responsável pelo aumento das exportações e dos empregos no Brasil, passa absolutamente nas mãos de muitos agrônomos, que atuam em diversas áreas do setor, evidenciando a versatilidade dessa importante profissão.

Neste ano, uma homenagem especial ao Doutor Dirceu Gassen, engenheiro agrônomo que, infelizmente nos deixou há um mês e durante toda sua carreira contribuiu com a agricultura brasileira. Profissional com ideias abundantes, apaixonado pela tecnologia e produtividade. Foi inspirador para o Portal Agrolink. Competente, entusiasta, amigo, irmão. Agrônomo na perfeita extensão da palavra. 

 

 

 

O Portal Agrolink registra a sua homenagem e parabeniza todos os profissionais pelo trabalho impecável no agronegócio brasileiro. 


 

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink