Escâner quer acabar com resíduos e impurezas no café

Agronegócio

Escâner quer acabar com resíduos e impurezas no café

Por:
185 acessos

Um raio-x para detectar e possibilitar a eliminação de resíduos minúsculos de diversos materiais, como vidro e metal. Este é o recurso principal dos escâneres do modelo Eagle Tall, distribuídos através do consórcio Ebco Smiths. O equipamento já foi adquirido pela produtora paranaense de café solúvel “Café Iguaçu”, que busca, por meio da nova tecnologia, aumentar a exatidão do controle de qualidade dos produtos. A inspeção já funciona em toda a linha de produção do café e representa um avanço em relação aos detectores magnéticos tradicionais que ainda não conseguem eliminar 100% dos resíduos. Neste ano o Paraná deve ser o sexto produtor nacional, com previsão de beneficiar 1,6 milhão de sacas no ciclo 2009, segundo a Conab. A produção nacional de 39 milhões de sacas é liderada por Minas Gerais, com 19 milhões de toneladas.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink