Feira para discutir ambiente e política agrícola

Agronegócio

Feira para discutir ambiente e política agrícola

Reserva legal e aumento na produtividade preocupam agropecuaristas e lideres políticos
Por:
316 acessos
Peões estão alojados no Parque Assis Brasil e serão responsáveis pelos cuidados com os animais até o próximo dia 6
 
Com expectativa de atingir negócios na ordem de R$ 383 milhões, começa neste sábado a 32ª Expointer, considerada a maior feira agropecuária da América Latina. Quem visitar o Parque Assis Brasil até o dia 6 de setembro, vai encontrar mais do que equipamentos destinados à agricultura ou animais com alta qualidade genética. 
 
 Embora a estiagem do começo do ano e a gripe A tenham sido apontadas como ameaças para a feira, as questões envolvendo o índice de produtividade para a agricultura é que têm movimentado os ruralistas. Congelados desde 1980, os índices variam de região para região. No caso do Sul, os produtores de arroz estão preocupados com o tema principalmente pelas dificuldades ligadas ao crédito para ampliar a produção. O assunto deverá ser abordado pelo ministro da Agricultura, Reinhold Stephanes durante o evento. 

Outro tema que naturalmente entrará na pauta envolve o Código Florestal, que estabelece a averbação de 20% das propriedades como Reserva Legal. O ministro do Meio Ambiente, Carlos Minc, revelou nessa semana que em setembro deverá haver uma definição sobretudo no que vai ser cobrado dos produtores. Stephanes defende a permissão de produzir. “Temos de continuar plantando alimentos nas regiões em que já plantamos há 100 anos”, disse.

CRÉDITO

Ao todo serão mais de 7 mil animais expostos e estão previstos 78 julgamentos de raças e 26 leilões. Serão mais 426 eventos paralelos como palestras e atrações culturais. Participarão 2,2 mil expositores e delegações de sete países se farão presentes: Alemanha, Argentina, Áustria, Canadá, Equador, Reino Unido e Uruguai. Além dos expositores de animais e máquinas, a Expointer contará com delegações de 26 estados.

Os bancos prometem ser bastante generosos nesta edição. Somente o Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE) irá disponibilizar R$ 100 milhões. Técnicos das gerências de Planejamento e Atendimento e de Operações de Crédito Rural irão atender os clientes na Casa do BRDE, junto à Praça Central do Parque de Exposições Assis Brasil, onde serão prestadas informações sobre as linhas de crédito de longo prazo operadas pela instituição e recebidas propostas de financiamento.

“Tradicionalmente, os principais itens em termos de solicitação de financiamento ao BRDE são projetos de irrigação e armazenagem, que contam com mais estímulo”, destaca o presidente Mario Bernd. O total de crédito disponível, contudo, deve ficar na casa dos R$ 600 milhões.

Quanto custa

Os portões do parque serão abertos ao público a partir das 9 horas. Os ingressos para o pedestre custam R$ 8,00. Para veículos a taxa é de R$ 20,00 sem direito ao ingresso do motorista.

Cavalo crioulo entra em pista

Embora os negócios sejam uma das metas da Expointer, as atrações envolvendo lidas de campo também são evidenciadas durante o evento nas competições do Freio de Ouro. Ao todo são 96 animais inscritos nas duas categorias da mais popular competição com cavalos crioulos. O representante de Santa Cruz do Sul será o ginete Fábio Silveira, que na edição passada foi campeão. Ele espera repetir o desempenho e aposta nos treinamentos com seus animais. A grande final ocorre neste domingo. A partir do meio-dia haverá a solenidade de abertura do Freio de Ouro com o Desfile de Bandeiras. As provas iniciam às 13 horas e às 17 horas acontece a entrega dos prêmios.
Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink