Frango

Frango: evolução da produtividade nos últimos 90 anos

Dados mostram que nos últimos 90 anos o peso médio do frango aumentou quase 150%
Por:
35 acessos

Dados do National Chicken Council, entidade norte-americana da indústria do frango, mostram que nos últimos 90 anos o peso médio do frango aumentou quase 150%, ao mesmo tempo em que seu tempo de criação foi reduzido em cerca de 60%.

Em 1925, a criação de um frango demandava mais de três meses e meio (112 dias) e, ainda assim, seu peso médio não chegava às 1.200 gramas. Em 2015 o tempo de criação já havia caído a menos da metade do tempo anterior (48 dias), enquanto o volume de carne aumentou quase duas vezes e meia, ficando próximo dos 2,800 kg.

A despeito de campanhas de esclarecimento desenvolvidas mundialmente, muitos consumidores – apesar de ressaltarem o frango como a carne de sua preferência – julgam que esse desempenho provém do uso de hormônios. Mas ele resulta, apenas, de um melhoramento genético contínuo combinado com, também contínuos, avanços tecnológicos no arraçoamento, manejo, condições ambientais e controle de doenças. O que implicou não só em mais carne em menos tempo de criação, mas também em uma redução de mais de 70% na mortalidade e em um consumo de ração (conversão alimentar) 60% menor.

Em 2018, três anos depois do último dado (2015), todos os resultados então registrados estão superados. O peso médio se encontra bem além dos 2,8 kg, a idade média de abate caiu para menos de 45 dias, a mortalidade gira em torno de 4% e a conversão alimentar se encontra em 1,8 kg de ração por quilograma de frango produzido. 

Com esses números, o AviSite propõe um desafio: comparar os ganhos obtidos nesses 90 anos em volume de carne, tempo de criação, necessidade de pintos de um dia e de ração. As bases para a comparação (1925): peso médio: 1,134 kg; idade de abate: 112 dias; mortalidade: 18%; conversão alimentar: 4,7:1. Às contas, pois.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink