Friboi de Pedra Preta (MT) recebe missão européia amanhã
CI
Agronegócio

Friboi de Pedra Preta (MT) recebe missão européia amanhã

Instalações frigoríficas do Grupo JBS Friboi, em Pedra Preta, passarão pela vistoria dos técnicos da UE
Por:

A unidade de Pedra Preta (MT) do Grupo JBS Friboi passará nesta quinta-feira (22-03) pela inspeção de técnicos do Escritório Alimentício e Veterinário da União Européia. Esta será a segunda visita dos europeus à planta desde que a unidade foi adquirida pelo Grupo JBS, há cerca de um ano e meio. Na sexta-feira, a missão irá inspecionar propriedades rurais que fornecem carne para o frigorífico. Nesta quarta-feira, encerra a vistoria a outra unidade do Friboi, em Barra do Garças (na divisa de Mato Grosso com Goiás). A missão européia chegou ao Brasil na última quarta-feira (14-03).

A série de vistorias, que abrange outros seis Estados, encerra apenas no dia 27. O coordenador geral de Programas Especiais do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), Ari Crespim dos Anjos, diz que a visita da missão européia é de rotina. Segundo ele, os técnicos irão avaliar o sistema de rastreabilidade bovina e o trabalho de controle da febre aftosa, após os focos da doença registrados em Mato Grosso do Sul e no Paraná, no fim de 2005, e na Bolívia, em janeiro deste ano.

Além das instalações do Friboi, a missão européia vai visitar fazendas que fornecem animais para o abate e postos de fronteira. A unidade do Instituto de Defesa Agropecuária de Mato Grosso (Indea), instalada em Rondonópolis, também deve receber a inspeção do grupo. A superintendente da Regional do Indea, Marizete Gregório Tardin, diz que não conhece o roteiro da missão européia e que está aguardando a chegada dos técnicos a partir do fim da tarde de hoje. Representantes do Indea deverão acompanhar a missão européia em todas as visitas.

Marizete destaca que os técnicos da União Européia devem checar os documentos que confirmam a vacinação do rebanho bovino da região contra a febre aftosa, bem como as demais certidões referentes ao controle sanitário animal. Na opinião dela, o atraso na vacinação do rebanho na primeira etapa da campanha de vacinação contra a febre aftosa deste ano não deve comprometer a condição sanitária das fazendas da Região Sul do Estado. Devido às chuvas, o prazo de confirmação da vacina precisou ser prorrogado em 10 dias.

O coordenador geral de Programas Especiais do Mapa destaca que sempre que uma missão da União Européia vem ao Brasil existe a possibilidade de embargo à produção nacional de carne. Contudo, ele afirma que não considera esta possibilidade em função dos trabalhos de sanidade que vêm sendo desenvolvidos no País. “Sempre existe o risco de haver alguma não conformidade, mas não deveremos ter nenhuma surpresa”, ressalta. O resultado das visitas será apresentado em reunião com técnicos do Mapa, no dia 27, em Brasília.

O Friboi informou, por meio da assessoria de imprensa, que não vai se pronunciar sobre a visita dos técnicos da União Européia porque está cumprindo um período de silêncio, após pedir a abertura de capital junto à Comissão de Valores Mobiliários (CVM). O entendimento é que falar sobre as perspectivas da empresa, assim como das estratégias de atuação, pode interferir no valor das ações. O pedido de abertura de capital foi feito em fevereiro, mas ainda não foi concedido pela CVM.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink