Infocafé de 31/03/21
CI
Imagem: Pixabay
INFOCAFÉ

Infocafé de 31/03/21

A bolsa de N.Y. finalizou a quarta-feira em alta
Por:

A bolsa de N.Y. finalizou a quarta-feira em alta, a posição maio oscilou entre a mínima de -2,10 pontos e máxima de +2,15 fechando com +0,90 pts. A moeda norte-americana recuou 2,32%, cotada a R$ 5,6276. Na cena doméstica, as atenções seguiram voltadas para os impactos da reforma ministerial feita de surpresa pelo governo na segunda-feira -- e seus potenciais desdobramentos para a agenda política-econômica e para a relação com o Congresso.

Na visão de parlamentares, a decisão do presidente Jair Bolsonaro de trocar os comandos de seis ministérios melhora o clima do governo com o Legislativo e traz certa segurança ao chefe do Executivo, mas essa tranquilidade é momentânea, sutil e pode sofrer mudanças a depender da conjuntura. Mais cedo, o IBGE divulgou a taxa de desemprego no trimestre de novembro a janeiro, que ficou em 14,2% – a mais alta para o período na série histórica do indicador. O número de desempregados ficou em 14,3 milhões, uma alta de quase 20% em um ano. Na agenda de indicadores, o Índice de Confiança Empresarial da Fundação Getulio Vargas caiu pelo sexto mês seguido em março, para o menor nível desde julho de 2020.

O Conselho dos Exportadores de Café do Brasil (Cecafé) está em busca de soluções para os custos que considera abusivos e indevidos, exigidos por agências de navegação aos embarcadores brasileiros do produto. Reunião nesse sentido ocorreu ontem (30), com o diretor Geral da Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq), Eduardo Nery.

Entre os diversos procedimentos indevidos realizados pelas agências de navegação, o Cecafé apresentou à Antaq, como exemplo, a falta de transparência no valor do ressarcimento de Taxa de Movimentação no Terminal (Terminal Handling Charge - THC) e a sonegação fiscal por parte da maioria das agências marítimas brasileiras; as cobranças abusivas da Taxa de Logística de Exportação (Export Logistic Fee - ELF) e pela gestão de contêineres; e a taxa de emissão de conhecimento de embarque (Bill of Landing - B/L Fee). Em comunicado, o presidente do Cecafé, Nicolas Rueda, disse que as cobranças arbitrárias e procedimentos abusivos por parte das agências marítimas são diversos e continuam sem sofrer o poder dissuasório da Antaq, decorrente, em parte, da grande concentração no setor e das assimetrias da regulação setorial, em que pese o esforço da Agência ao longo dos anos. Como encaminhamento, o Cecafé enviará documentos para subsidiar a Antaq em suas análises sobre o THC e emissões das taxas de ELF, B/L e lacres.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink