Integração: No Paraná, propriedade integra pecuária de corte com citricultura

Agronegócio

Integração: No Paraná, propriedade integra pecuária de corte com citricultura

A meta é chegar a 160 hectares com pomares
Por:
373 acessos

O cooperado da Cocamar (Cooperativa Agroindustrial), Antonio Carlos Granzotto, produtor de gado de corte no município de Uniflor, onde possui 783 hectares, deu início há dois anos a um projeto de integração da pecuária ao cultivo de pomares de laranja, para diversificar os negócios.

Com o confinamento de bovinos em plena atividade (cerca de 430 cabeças por vez) e com estrutura para aplicação do esterco nas áreas de pastagem, Granzotto começou a utilizar esse resíduo também nos pomares. Em 2007, foram plantadas 13 mil mudas e, até o final de 2009, devem completar o cultivo de mais 20 mil. "O desafio era implementar um projeto de citricultura que utilizasse o resíduo como principal fonte de adubação, reduzindo os gastos com adubo químico", afirma o técnico da Cocamar, Júnior César Costa.

Segundo Granzotto, já é possível ver as vantagens disso. Além da redução de custos, os pés de laranja têm um desenvolvimento vegetativo superior em relação à média. O produtor acrescenta que com o adubo orgânico há melhora das condições físicas e biológicas do solo e a liberação dos nutrientes é gradativa, o que permite melhor aproveitamento por parte da planta.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink