Manejo Integrado de Pragas da cultura do milho e soja é apresentado na Tecnoshow Comigo 2019

Tecnoshow Comigo 2019

Manejo Integrado de Pragas da cultura do milho e soja é apresentado na Tecnoshow Comigo 2019

Bases do MIP podem ser sintetizadas pela identificação correta das pragas e determinação de seus níveis de controle
Por:
105 acessos

Dentre a programação organizada pela Embrapa durante a realização da 18ª Feira Tecnoshow Comigo 2019, evento que acontece no município de Rio Verde, em Goiás entre os dias 8 e 12 de abril, o Wokshop Manejo Integrado de Pragas (MIP) da Cultura do Milho e da Soja reuniu, na ‘Casa da Embrapa’, técnicos, consultores, professores e alunos da área das ciências agrárias.

O Workshop faz parte de uma série de atividades previstas para este ano que foram definidas no contrato de cooperação técnica celebrada entre a Embrapa e o Crea-GO que tem por objetivo capacitar profissionais e multiplicadores na produção sustentável para a tomada de decisão adequada no manejo integrado de pragas das culturas do milho e da soja.

Manejo Integrado de Pragas – As bases do MIP podem ser sintetizadas pela identificação correta das pragas e determinação de seus níveis de controle, os inimigos naturais e monitoramento, além da interação dos métodos de controle que podem ser químico, biológico, por plantas resistentes ou rotação de culturas, por exemplo”, destacou Hirose.

A programação foi apresentada em três etapas: na parte da manhã a pesquisadora Simone Mendes, da Embrapa Milho e Sorgo falou sobre MIP da cultura do milho; logo a seguir, houve a exposição de pragas, inimigos naturais e produtos biológicos, onde os participantes tiveram a oportunidade de conhecer na prática o que foi apresentado sobre o MIP das culturas da soja e do milho.

De acordo com Flávia Barbosa para realizar o correto controle das pragas, deve-se escolher produtos eficientes e seletivos dos inimigos naturais. Quando disponível no mercado, a opção por produtos biológicos, os quais devem ser associados a outras medidas de controle.

À tarde, o pesquisador Edson Hirose, da Embrapa Soja destacou o MIP da cultura da soja; prosseguindo na programação, o consultor do Senar Goiás, André Ribeiro, mostrou aos participantes algumas das tecnologias de aplicação no campo.

Tecnologia de aplicação – Define-se como tecnologia de aplicação o emprego de todos os conhecimentos científicos que proporcionem a correta colocação do produto biologicamente ativo no alvo, em quantidade necessária, de forma econômica e com o mínimo de contaminação do ambiente.

Diante de um cenário agrícola que tem gerado impactos ao meio ambiente e à saúde, temos como ponto de partida que a tecnologia de aplicação não pode se resumir apenas no ato de aplicar produto, mas sim, na interação entre vários fatores (cultura, praga, doença, planta invasora, produto, equipamento e ambiente) buscando um controle eficiente, que proporcione baixo e mínima contaminação ambiental.

Na apresentação de André Ribeiro foram destacados aspectos sobre a importância da identificação dos alvos, a escolha de pontas de pulverização e a importância do tamanho de gota.

Neste ano de 2019 estão previstos workshops, seminários e dias de campo. Assuntos como: Manejo sustentável do solo em cultivos do Cerrado, Manejo dos sistemas agrícolas irrigados, agroecologia e ainda, formação de responsáveis técnicos e auditores da Produção Integrada de Pulses que acontecerão em Goiás. 

Este é o quarto ano em que o Crea-GO e a Embrapa firmam parceria para a formação de técnicos que atuarão no apoio ao homem do campo e para o fortalecimento da agricultura no Estado. 

A parceria conta, também, com o poio de outras instituições que atuam em Goiás, entre elas a Federação de Agricultura e Pecuária de Goiás (Faeg); o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar-GO); o Sindicato Rural de Goiás; o Instituto para o Fortalecimento da Agropecuária de Goiás (IFAG); o Instituto Federal Goiano (IFGoiano); Universidade Federal de Goiás (UFG); o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) e a JHS Sementes.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink