Milho transgênico triplica produção
CI
Imagem: Divulgação
MUNDO

Milho transgênico triplica produção

“A melhor variedade convencional cultivada no país rende em torno de 3 toneladas por hectare"
Por: -Leonardo Gottems

Dados do terceiro teste de campo confinado do projeto público “CLOTH milho”, que está sendo realizado no Instituto de Pesquisa Agropecuária (IAR) de Samaru, na Nigéria, mostraram que a variedade transgênica produz 9 toneladas por hectare contra três toneladas da variedade convencional de milho com melhor produção no país.  

A variedade que o IAR está testando na Nigéria é resistente a da broca do caule e lagarta do cartucho , bem como é tolerante à seca. Foi desenvolvido através de uma colaboração internacional coordenada pela African Agricultural Technology Foundation (AATF) com agências nacionais de pesquisa agrícola na Etiópia, Quênia, Nigéria, Moçambique, África do Sul, Tanzânia e Uganda; também com o Centro Internacional de Melhoramento de Milho e Trigo (CIMMYT) e Bayer Crop Science. 

O Prof. Mohammad Ishiyaku, Diretor Executivo do IAR, disse na colheita do terceiro teste de campo confinado que os resultados dos três testes realizados até agora eram consistentes. "É resistente a brocas do caule, lagarta do cartucho e tem a capacidade de resistir à seca, também demonstrou alto potencial de rendimento em comparação com a variedade de melhor desempenho cultivada atualmente no país”, afirmou. 

“A melhor variedade convencional cultivada no país rende em torno de 3 toneladas por hectare, enquanto esta variedade TELA nos dá 8 toneladas por hectare. É mais adequado para ajudar a Nigéria a reduzir a lacuna entre a demanda e a produção de milho, que atualmente tem um déficit de 6 milhões de toneladas métricas”, completou. 

O Diretor Executivo, que foi representado pelo Subdiretor de Pesquisa, Prof Bitrus Tarfa, também disse que, quando lançada, a variedade tem potencial para economizar ao país cerca de N9 bilhões (US$ 24 milhões) que os agricultores até agora desperdiçam em inseticidas. 


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.