Ministério aprova zoneamento para a cultura do algodão no Tocantins

Agronegócio

Ministério aprova zoneamento para a cultura do algodão no Tocantins

O algodoeiro é extremamente sensível às condições de temperatura, umidade do solo e chuvas na colheita
Por: -Renata
856 acessos
O Diário Oficial da União publicou, nesta sexta-feira (28), a portarias número 194 do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), que define as localidades aptas para o plantio de algodão no estado do Tocantins, ano-safra 2009/2010.

O algodoeiro é extremamente sensível às condições de temperatura, umidade do solo e chuvas na colheita, necessitando de condições adequadas de calor e umidade para um bom crescimento e desenvolvimento. Temperaturas entre 18ºC e 30oC, com mínimas superiores a 14oC e máximas inferiores a 35oC proporcionam boas condições para a germinação. Para o crescimento inicial, as temperaturas ideais são sempre superiores a 20oC, sendo desejável temperatura em torno de 30oC. Para os estádios fenológicos do florescimento e formação dos capulhos, as temperaturas do ar adequadas situam-se entre 25 e 30ºC.

Temperaturas elevadas (acima de 38oC) são prejudiciais, reduzindo o rendimento da cultura. Temperaturas médias diárias inferiores a 20º C são prejudiciais à maturação dos frutos.

O déficit hídrico e o excesso de umidade no período compreendido entre 60 e 100 dias após a emergência podem induzir a queda das estruturas frutíferas e comprometer a produção, pois aproximadamente 80% das estruturas responsáveis pela produção do algodoeiro são emitidas neste período.

O zoneamento agrícola orienta os produtores sobre as características da cultura, especifica os tipos de solos, períodos propícios para o plantio e relaciona os municípios considerados aptos ao cultivo de algodão.
Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink