Ministro vai à Expointer no domingo

Agronegócio

Ministro vai à Expointer no domingo

Polêmica sobre revisão de índices de produtividade deve dominar agenda de Reinhold Stephanes no RS
Por:
205 acessos

Se em 2008 o ministro da Agricultura, Reinhold Stephanes, não participou da Expointer por entender que o ambiente no parque Assis Brasil, em Esteio, se prestava mais a discursos políticos, neste ano, deverá ficar no meio do fogo cruzado. Na visita marcada para este domingo, haverá assunto para todos os gostos.

Dos ruralistas, Stephanes ouvirá queixas sobre a possibilidade de alteração nos índices de produtividade no campo, proposta pelo Ministério do Desenvolvimento Agrário. De outro lado, entidades ligadas à Via Campesina torcem pelo recrudescimento da exigência. O presidente da Farsul, Carlos Sperotto, lamentou que o ministro não esteja presente na cerimônia de abertura oficial, no dia 4. "Vamos recebê-lo com todo o carinho, mas gostaríamos que viesse para a abertura." A redefinição dos índices de produtividade será assunto certo entre eles. Sperotto acrescentou que, se o titular do MDA, Guilherme Cassel, também quiser conversar, estará aberto ao diálogo. "Não temos a pretensão de resolver o assunto na feira. Seria o ideal, mas há muito a negociar."

Stephanes somente deverá ter trégua do MST. Conforme Cedenir de Oliveira, da coordenação estadual do movimento, a negociação sobre o tema se deu em encontros em Brasília. "Acreditamos que essa seja uma questão superada e definida conforme propôs o ministro Cassel." Até a Fetag espera ter alguns minutos com Stephanes. O presidente Elton Weber quer levar ao ministro a preocupação dos produtores de leite com a facilidade de entrada dos importados. "Isso nos causa um enorme problema. O leite entra no país a preços que comprometem a produção local."

A Expointer registrou os primeiros negócios na quarta-feira com leilão da Cabanha Santa Camila, que vendeu 33 Crioulos por R$ 709 mil. Ontem, foi a vez da Cabanha do Infinito, que faturou R$ 418,5 mil com nove equinos até as 22h. A égua Baronesa do Infinito saiu por R$ 90 mil.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink