Novas regras para análise de sementes serão apresentadas durante Congresso

Agronegócio

Novas regras para análise de sementes serão apresentadas durante Congresso

O 16º Congresso Brasileiro de Sementes, ocorre em Curitiba, PR, de 31 de agosto a 3 de setembro, no Centro de Convenções Embratel
Por: -Janice
285 acessos

As novas Regras para Análise de Sementes serão apresentadas pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, durante o 16º Congresso Brasileiro de Sementes, evento que a Abrates (Associação Brasileira de Tecnologia de Sementes) promove em Curitiba, PR, de 31 de agosto a 3 de setembro, no Centro de Convenções Embratel. As regras de análise têm um importante papel de prescrever os procedimentos de análise de sementes, envolvendo amostragem, pureza física e varietal, germinação, patologia, tetrazólio e grau de umidade, entre outros testes de qualidade.

A apresentação das novas regras será feita pela conferencista Leda Mendonça, do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. “A publicação dessas Regras promove o alinhamento à ISTA, organismo internacional de referência em análise de sementes, o que facilita o comércio internacional e abre a possibilidade de novos mercados para o Brasil”, destaca. A última versão havia sido elaborada em 1992 e a atualização foi necessária para adequar a legislação brasileira à resolução do MERCOSUL, que determina que as regras de análise de sementes sigam as recomendações da International Seed Testing Association – ISTA.

A maioria dos capítulos passou por mudanças significativas incorporando avanços tecnológicos em análise de sementes. “As novas Regras estão apresentadas de forma clara e objetiva, refletindo a experiência dos grupos de trabalho”, explica a agrônoma. Também foram incluídos dois anexos que disponibilizam e detalham informações essenciais à correta execução das análises: o Glossário Ilustrado de Morfologia de Sementes e o Manual de Análise Sanitária de Sementes.

De acordo com Leda, o processo de atualização teve início em 2004, com a formação de grupos de trabalho e a seleção de coordenadores técnicos, o que mobilizou uma equipe de mais de 50 profissionais. “Os grupos trabalharam no sentido de incorporar as metodologias da ISTA, preservando as peculiaridades e os avanços nacionais em análise de sementes, considerando também a legislação vigente”, explica. Durante sua apresentação, a agrônoma do Ministério irá detalhar os procedimentos que foram atualizados ou incluídos na nova legislação. Sua palestra será no dia 2 de setembro, das 8h30 às 10 horas. As informações são da assessoria de imprensa do evento.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink