Plantel de frangos em criação registra novo recorde

Agronegócio

Plantel de frangos em criação registra novo recorde

O Brasil cria, neste instante, cerca de 677,8 milhões de cabeças de frangos, volume que supera ligeiramente os 677,3 milhões de cabeças alcançados em outubro de 2008
Por:
165 acessos
Partindo do princípio de que um frango é abatido com 42 dias de idade, em média (assim, por exemplo, o plantel total ora em criação compreende, além dos pintos alojados nos 25 primeiros dias de agosto, também aqueles alojados nos últimos 17 dias de julho), o Brasil cria, neste instante, cerca de 677,8 milhões de cabeças de frangos, volume que supera ligeiramente os 677,3 milhões de cabeças alcançados em outubro de 2008. É, portanto, um novo recorde.

Esses números não consideram a mortalidade ocorrida no período de criação. Mesmo assim servem para demonstrar que neste ano o setor vem andando “bem mais ligeirinho” que em 2008.

No ano passado, o menor plantel em criação (sem considerar o recuo compulsório ocorrido no final de ano em consequência da crise econômica mundial) foi de 600 milhões de cabeças (abril/08). Portanto, o espaço de tempo decorrido entre o mínimo e o máximo plantel em criação foi de seis meses, com uma variação da ordem de 12,5% ou pouco mais de 75 milhões de cabeças.

Em 2009, o mínimo (575 milhões de cabeças) foi registrado no início de fevereiro e o máximo cinco meses depois, em julho. Além disso, com uma diferença de 17,3% ou 100 milhões de cabeças a mais.

A esclarecer que na projeção dos números de agosto corrente foi adotado o mesmo alojamento de julho passado, ou seja, um volume total, no mês, da ordem de 500 milhões de cabeças, com certeza o mínimo a ser registrado neste mês.
 



Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink