Preço mais alto compensa custo maior
CME MILHO (DEZ/20) US$ 4,046 (0,55%)
| Dólar (compra) R$ 5,58 (-1,15%)


Agronegócio

Preço mais alto compensa custo maior

Soja convencional produz mais, rende uma bonificação de R$ 2 por saca e ainda, é mais fácil de comercializar
Por:
1672 acessos

Campo Mourão - Apesar do custo de produção da soja convencional ser mais elevado que o da transgênica, alguns agricultores de Campo Mourão, na Região Centro-Oeste do Paraná, ainda optam pelo grão sem modificação genética. A bonificação das cooperativas a produtores que cultivam a convencional e a produtividade maior são os principais atrativos das sementes sem transgenia.

“A soja convencional produz mais, rende uma bonificação de R$ 2 por saca e ainda, é mais fácil de comercializar”, enumera o agricultor Alois Zmuda. Ele pretende plantar, nos próximos dias, 65 hectares com soja convencional. Na safra passada, ele colheu uma média de 3,6 mil quilos por hectare. “E toda a produção foi vendida com facilidade, por ser convencional”, lembra.

Zmuda conta que cultiva soja não-transgênica há mais de 25 anos e que por isso já conhece bem as variedades que produzem melhor. “A transgênica tem custo maior, mas mesmo assim compensa plantar convencional”, diz. O desembolso por hectare, relata, é de, respectivamente, 15,28 sacas e 16,5 sacas por hectare.

Anúncios que podem lhe interessar


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink