PREVISÃO DO TEMPO: avanço de frente fria provoca chuva no Centro-Sul
CI
Imagem: Marcel Oliveira
AGROTEMPO

PREVISÃO DO TEMPO: avanço de frente fria provoca chuva no Centro-Sul

Instabilidades não sofrerão avanço significativos para a direção norte
Por: -Aline Merladete

O avanço da frente fria entre o sul e sudeste do país, continuará provocando chuvas em algumas localidades do centro-sul, nesta quinta-feira. Porém estas instabilidades não sofrerão avanço significativos para a direção norte. Já no nordeste do Brasil, há condições para pancadas de chuvas em boa parte da região devido à atuação de um Vórtice Ciclônico de Altos Níveis (VCAN), pois este sistema favorece a formação de instabilidades em suas bordas.

Além disso, também teremos a presença da Zona de Convergência Intertropical (ZCIT) provocando chuvas em parte do norte e nordeste brasileiro.

No decorrer do dia, o alinhamento do fluxo de umidade entre o sul da Região Amazônica, Centro-Oeste e Sudeste do Brasil, dará forma a uma nova Zona de Convergência do Atlântico Sul (ZCAS) que deverá se manter pelo menos até o próximo final de semana. A ZCAS deverá se configurar provocar chuva mais regulares entre MT, GO, centro-sul e oeste de MG, centro-sul do RJ e SP.

A tendência é que, até o domingo (28) não deveremos ter mudanças expressivas nas condições de tempo. A chuva deverá se concentrar principalmente na faixa central do país e parte do interior do Nordeste. Em grande parte do Sul do país (exceto no norte e leste do PR e leste de SC) o tempo deverá ficar mais seco, com pouca condição para chuva. 

Região Norte
São esperadas muitas instabilidades em praticamente todos os estados da região norte, em especial sudoeste e sul do AM, em todo estado do AC e na grande região de Madeira-Guaporé em RO. Os fatores que contribuem para essas instabilidades, além do forte calor e grande quantidade de umidade disponível, é a Alta da Bolívia. Pois devido a este sistema os ventos nas partes mais altas da atmosfera ficam intensificados e favorecem o levantamento de ar, e consequentemente, a formação das nuvens carregadas. Já no estado do PA e TO, o grande fluxo da umidade, juntamente com o calor sobre os estados provocam parte das chuvas. Sendo que ao norte do PA e no estado do AP, o posicionamento da Zona de Convergência Intertropical (ZCIT), pode provocar chuvas com acumulados na ordem dos 30 mm. Em parte da faixa norte da região, as instabilidades serão mais irregulares, como no estado de RR.

Região Nordeste
A presença de um Vórtice Ciclônico de Altos Níveis (VCAN) na costa da região entre o litoral da BA e SE favorece a formação das instabilidades em boa parte dos estados, ao mesmo tempo que mantém o tempo mais firme nas regiões próximas ao seu centro. Isso porque o VCAN é um sistema de circulação de vento, que gira no sentido horário a uma altitude de cerca de 10 km, desta forma, o ar seco é empurrado de cima para baixo no seu centro e os ventos mais intensos nas bordas provocam instabilidades. Com isso, no estado do MA, PI, CE, oeste de PE e PB e no oeste da BA são esperadas pancadas de chuvas, que poderão ser localmente fortes, principalmente entre o CE e MA. Já nas demais áreas o tempo terá uma condição apenas de chuvas passageiras.

Região Centro-Oeste
As chuvas retornam para o estado do MS de maneira mais generalizada, em razão da influência que a frente fria provoca sobre o fluxo de umidade na região. Em conjunto a esse fator, haverá também a presença de uma região de baixa pressão contribuindo para a formação das nuvens carregadas. Assim, em todo o estado do MS, sul do MT e sul do estado do GO há condição para temporais que podem ser localmente fortes, em especial no MS. Ao mesmo tempo, na região norte do centro-oeste, também há influência da umidade da região amazônica, consequentemente, no norte do estado do MT, DF e norte do GO são esperadas pancadas de chuvas que podem ser pontualmente fortes. 

Região Sudeste
A influência da frente fria para esta quinta-feira na região pode provocar acumulados significativos, em especial no estado de SP. Pois além da frente fria, uma região de baixa pressão no litoral do estado contribui na formação dos temporais. Portanto, são esperados acumulados na ordem dos 40 mm no sul e na faixa leste do estado de SP, sul de MG e sul do RJ. Da mesma forma que, na faixa norte do estado de MG o fluxo de umidade mantém a condição de tempo instável na região e no estado do ES. 

Região Sul
Como a frente fria não sofrerá avanços significativos, em virtude disso, o tempo terá condições para acumulados expressivos entre o norte e leste do estado do PR e ao norte do estado de SC. Sendo que as instabilidades na faixa leste do estado do PR serão reforçadas com a presença da região de baixa pressão no litoral do sudeste. Já no estado do RS, a influência será da massa de ar seco associada ao sistema de alta pressão na retaguarda da frente fria, manterá o tempo sem condições para instabilidades sobre o estado gaúcho. 

Veja como serão as chuvas para hoje:

 

Veja abaixo as temperaturas:

 


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink