Primeira cultivar de pêssego certificada da Embrapa é lançada em SP

Agronegócio

Primeira cultivar de pêssego certificada da Embrapa é lançada em SP

O lançamento acontece nesta sexta-feira (21), durante o VI Simpósio de Fruticultura Temperada, realizado em Paranapanema
Por: -Janice
738 acessos

A primeira cultivar de pessegueiro a receber certificado de proteção no Brasil chega ao mercado de frutas como um verdadeiro brinde - significado da palavra japonesa Kampai, com a qual foi batizada por pesquisadores da Embrapa. A nova cultivar apresenta baixa exigência de frio e foi testada em rede nacional de validação. O lançamento acontece nesta sexta-feira (21), durante o VI Simpósio de Fruticultura Temperada, realizado em Paranapanema (SP). Na ocasião, os produtores poderão conhecer melhor a cultivar e obter informações sobre a reserva de mudas.

“Quem planta vai ter segurança da origem genética da planta e isso é muito importante”, anima-se o produtor Yasuo Kagi, ao opinar sobre o significado da certificação da nova cultivar. O viveirista destaca ainda o sabor doce com leve acidez da BRS Kampai. “Um grande pecado que se comete é termos pêssegos bonitos, mas sem sabor, o que não é o caso dessa nova cultivar”, opina Kagi - que há quase 50 anos cultiva a fruta na região de Atibaia, em São Paulo.

Diferencial – “O bom sabor das frutas mesmo com a precocidade de maturação (quando as condições climáticas não são favoráveis à obtenção de alto teor de açúcar) é um dos diferenciais da cultivar”, observa a pesquisadora da Embrapa Clima Temperado, Maria do Carmo Bassols Raseira, que trabalhou no melhoramento genético que resultou Kampai.

Para a coordenadora de mudas da Embrapa Transferência de Tecnologia Soraya Barrios, “o ciclo de maturação precoce apresentado pela Kampai a transforma em alternativa a outras cultivares disponíveis no mercado”, diz. Outro destaque da nova cultivar de pêssego - fruta de clima temperado – é a sua adaptabilidade a regiões subtropicais, desde a região Sudeste até o Rio Grande do Sul, devido à baixa exigência de frio.

A possibilidade de expandir o mercado produtor do pêssego no Brasil, devido às características agronômicas da cultivar, fez fortalecer a rede nacional de adaptação e validação para fruteiras existente na Embrapa.

Rede - A rede, gerenciada pelo Escritório de Negócios da Embrapa Transferência de Tecnologia em Campinas (SP), atua especialmente na fase de pós-melhoramento. Nesta etapa, as avaliações são realizadas em auxílio ao programa de melhoramento, mas distante da zona de ação do centro de pesquisa e em convergência com produtores, explica o pesquisador Ciro Scaranari, da equipe daquele Escritório, e gestor de fruticultura da Unidade.

Em 2008, estimulada pelo potencial da BRS Kampai, a rede, envolvendo mais de 20 novas seleções experimentais, se expandiu e agora tem integrantes da Chapada Diamantina (BA), região serrana do Espírito Santo, Zonas da Mata e Sul de Minas Gerais, regiões de Atibaia, de Paranapanema e Sul de São Paulo, além das regiões de Curitiba e do Norte do Paraná, bem como Canoinhas, em Santa Catarina.

A BRS Kampai é a primeira cultivar selecionada pela rede, que teve no produtor paulista Yasuo Kagi um dos entusiastas. “A iniciativa é muito válida. Acredito que em região serrana a cultivar pode se dar bem”, opina Kagi. Ele observa que, com a ampliação do mercado, será necessária maior atenção ao fornecimento de matrizes evitando falta do material junto aos produtores.

O lançamento está marcado para as 19h30. O VI Simpósio de Fruticultura Temperada em região Subtropical Caravana da Fruta será realizado na Gleba VI - Estância Turística de Paranapanema – Holambra II, que fica na Rod. Raposo Tavares, Km 266.

A aquisição de mudas da BRS Kampai deve ser feita junto aos viveiristas licenciados:

Irmãos Kaji (Atibaia/SP)
Contatos: 11 4418.4851

Clone Viveiros e Fruticultura (Araucária/PR)
Contatos: 41 3253.2940

Frutiplan Produção de Mudas (Pelotas/RS)
Contatos: 53 3277.7035 e-mail: frutiplan@frutiplan.com.br

As informações são da assessoria de imprensa da Embrapa Transferência de Tecnologia.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink