Produtores de Queijo Artesanal Serrano conquistam prêmio nacional

Agronegócio

Produtores de Queijo Artesanal Serrano conquistam prêmio nacional

Os participantes são membros da Associação de Produtores de Queijo Artesanal Serrano (Aproserra)
Por:
363 acessos

Os participantes são membros da Associação de Produtores de Queijo Artesanal Serrano (Aproserra)

O Queijo Artesanal Serrano foi destaque no II Prêmio Queijo Brasil, realizado de 25 a 27 de outubro em São Paulo. Com apoio da Epagri, produtores catarinenses dos municípios de Capão Alto, São José do Cerrito, São Joaquim e Bocaina do Sul inscreveram seus queijos no maior evento do país na área. Dos oito queijos inscritos pelos produtores, um recebeu medalha de ouro e cinco receberam medalhas de bronze. A Epagri é uma empresa vinculada à Secretaria de Estado da Agricultura e da Pesca e atua nas áreas de pesquisa, assistência técnica e extensão rural.

Os participantes são membros da Associação de Produtores de Queijo Artesanal Serrano (Aproserra) e fazem parte de um projeto estruturante que conta com apoio do Programa SC Rural. Entre eles, Joacir Jacó Cordova, de Bocaina do Sul, recebeu medalha de ouro e os produtores José Lourenço Machado (Capão Alto), Rovena Pereira (São Joaquim), Hilda Corrêa, Karine Gamborgi e Maria Leonice Lima (São José do Cerrito) receberam medalhas de bronze.

Para o mestre queijeiro e um dos organizadores do evento, Bruno Cabral Perigo, “o desempenho dos serranos foi ótimo, muitos receberam medalha e, inclusive, o único queijo tradicional brasileiro a receber uma medalha de ouro foi um queijo serrano”. Os queijos inscritos são avaliados por chefs, jornalistas, especialistas, produtores e consumidores. Não há limite para medalhistas, pois o objetivo da premiação é valorizar os queijos bem produzidos, e não gerar concorrência.

O evento fez parte da programação da Semana Mesa SP, organizado pela Revista Prazeres da Mesa, que reúne os mais importantes chefs de cozinha de todo Brasil e alguns internacionais, além de aficionados em queijos, alunos de gastronomia e jornalistas. “Foi uma grande oportunidade para divulgar o Queijo Artesanal Serrano para o maior mercado consumidor do País”, destaca a extensionista da Epagri Andréia Meira. Ela conta que a capacitação dos produtores em boas práticas agropecuárias e de fabricação, por meio da Epagri e de instituições parceiras, além da construção de novas queijarias e instalações adequadas, têm melhorado a qualidade do Queijo Artesanal Serrano. “Isso resulta em premiações como essa e no crescente interesse dos grandes centros consumidores do Brasil”.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink