Prorrogada dívidas dos pequenos e médios suinocultores do Rio Grande do Sul


Agronegócio

Prorrogada dívidas dos pequenos e médios suinocultores do Rio Grande do Sul

Por: -Admin
1 acessos

O presidente da Comissão de Agricultura, Pecuária e Cooperativismo da Assembléia Legislativa do Rio Grande do Sul, deputado Jerônimo Goergen, garantiu a prorrogação das dívidas dos pequenos e médios suinocultores gaúchos. O acerto envolve um montante de R$ 93 milhões de dívidas que foram contraídas com o Banrisul, Banco do Brasil e Sicredi. Os produtores de suínos terão um ano para quitarem seus respectivos débitos. Em contrapartida, eles assumem o compromisso de realizar movimentações financeiras no Banrisul. Os suinocultores gaúchos também foram beneficiados com a abertura de uma linha de crédito no valor de R$ 2,5 milhões.

Outra boa notícia para o setor é o fortalecimento das barreiras sanitárias com Santa Catarina. A Secretaria da Agricultura e Abastecimento colocou equipes volantes de fiscais atuando na região Norte e aumentou de cinco para dez os postos de controle de gado na divisa com o estado vizinho, que sofre com a incidência da doença de Aujeszky. Trata-se de uma virose que atinge o aparelho reprodutor dos animais e provoca alta mortalidade de leitões. Não existe tratramento para a doença, somente controle. No momento, o rebanho gaúcho está livre do mal, mas os suinocultores estão atentos às medidas fiscalizatórias empreendidas pela Secretaria da Agricultura.

No dia 6 de maio, Jerônimo será recebido no Palácio Piratini pelo governador Germano Rigotto, que na ocasião deverá oficializar a reativação da Câmara Setorial da Carne. A reativação da câmara vem sendo defendida há tempos pelo deputado. Este organismo colocará indústria, produtores e mercado frente a frente para discutir os problemas do setor. Na audiência, o parlamentar estará acompanhado de representantes das duas cadeias de corte (bovinocultura e suinocultura). Ele também enviará ao governador a proposta de rediscussão da carga tributária para a bovinocultura.

Outra negociação bem encaminhada junto ao governo do Estado é a reabertura dos mercados de Santa Catarina e do Uruguai. O Rio Grande do Sul ainda sofre restrições em função do episódio da febre aftosa. Nesta sexta-feira, dia 2, a partir das 10h, a Comissão de Agricultura promove reunião extraordinária em Três de Maio. Em pauta, a proposta de instalação da CPI da carne bovina e suína. O encontro acontece na Praça de Alimentação do Parque de Exposição do município.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink