ANÁLISE

RS já colheu 67% do trigo, com áreas abandonadas

Estimativa de área plantada continua em 673.000 hectares
Por: -Leonardo Gottems
770 acessos

Uma atualização da situação da colheita do trigo no Rio Grande do Sul divulgada pela Consultoria Trigo & Farinhas indica que o estado já colheu, até este momento, em torno de 67% as áreas previstas. Do que está por colher, cerca de 18% está em processo final de enchimento de grãos/maturação e 15% maduras e aptas a colher nesta semana.

“A estimativa de área plantada continua em 673.000 hectares, mas esta não deverá ser a área colhida, uma vez que há alguns abandonos, embora pontuais. O potencial de produção, de origem, em função do potencial das variedades, caiu muito, mas da semana para cá, manteve-se inalterado”, aponta o analista da T&F, Luiz Fernando Pacheco.

A Consultoria Trigo & Farinhas projeta uma safra de 1,3 milhão de toneladas a 1,4 milhão de toneladas, portanto, uma produtividade média de 1.931 kgs/hectare a 2.080 kgs/hectare (32
a 35 sacas/hectare), contra um custo de 50 sacas/hectare. “Há alguns moinhos do Paraná e de Santa Catarina que estão tentando comprar trigo gaúcho, não pela qualidade (que não tem), mas pelo preço, para fazer um mix de custo, principalmente na produção de farinhas para biscoito, ou ração ou cola”, afirma Pacheco.

“Mas, esta compra só é conveniente se o moinho conseguir alguma forma de se creditar o ICMS, porque o cálculo normal, seria o seguinte: Este total é aproximadamente o mesmo preço que os moinhos estão pagando por trigo paranaense. Portanto, só haverá interesse se for possível se creditar do valor referente ao ICMS. Uma das observações feitas por quem já comprou trigo gaúcho é que produz uma farinha muito escura, que não serve, portanto, para a panificação, mas apenas para biscoitos recheados”, conclui.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink