Troca-Troca chega ao campo

Agronegócio

Troca-Troca chega ao campo

A expectativa é que as fornecedoras concluam as remessas até a primeira quinzena de setembro
Por:
665 acessos

Após a patinada inicial por problemas administrativos, o Troca-Troca de Milho engrenou. Até o começo desta semana, 60% das 390 mil sacas adquiridas pelo governo gaúcho para a safra 2009/2010 foram entregues pelas sementeiras a prefeituras e sindicatos encarregados de realizar a distribuição a 180 mil produtores. A expectativa é que as fornecedoras concluam as remessas até a primeira quinzena de setembro. A Monsanto espera concluir a distribuição na próxima semana. Em São Borja, por exemplo, a Secretaria de Desenvolvimento Rural recebeu a metade das 280 sacas previstas e a projeção é que o restante chegue nos próximos dias.

Segundo o assessor de Política Agrícola da Fetag, Airton Hochscheid, o fluxo está dentro da normalidade. Para garantir que o milho chegue no período ideal de plantio, as empresas estabelecem roteiros de entrega de acordo com o zoneamento, que indica semeadura entre 21 de julho e 20 de janeiro. Com o subsídio direto de 20% e a redução de preço que o Estado consegue por adquirir grande volume, a saca de sementes custará, neste ano, R$ 64,00 ao agricultor. O valor é 36% menor do que os R$ 100,00 que seriam cobrados na compra direta, ressalta o coordenador do programa na Secretaria da Agricultura, Paulo Braccini. Pelo programa, para cada quilo de semente recebido, o produtor devolve 11 quilos do grão.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink