Agronegócio

Zoetis lança Spectramast DC, aliando alta eficácia com baixo risco de resíduo para o tratamento da mastite

Medicamento atua no período seco com tratamento e prevenção contra a mastite clínica e subclínica
Por:
3341 acessos

Medicamento atua no período seco com tratamento e prevenção contra a mastite clínica e subclínica, uma das maiores causadoras de prejuízos na pecuária leiteira

A Zoetis, companhia global de saúde animal, lança no mercado um produto de alta eficácia com baixo risco de resíduo para o combate à mastite (inflamação da glândula mamária), uma das maiores causadoras de prejuízos no rebanho leiteiro, no período seco.

Trata-se do Spectramast DC, um novo princípio ativo intramamário que age diretamente no tratamento e prevenção contra os principais agentes causadores e ainda tem como uma das principais vantagens a baixa possibilidade de deixar resíduos no leite.

“O intramamário Spectramast DC é inserido no teto do animal no início do período seco. Seu grande diferencial é o fato de conseguir unir a alta eficácia com baixo período de carência, apenas 30 dias, o menor do mercado, sendo assim superior na secagem”, afirma Fernando Braga, Gerente de Produto Bovinos – Linha Leite.

Líder de mercado nos Estados Unidos, o produto tem como princípio ativo o ceftiofur, componente exclusivo da Zoetis.
 
Para comprovar sua eficácia e superioridade nos resultados, o professor da Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia da Universidade de São Paulo (FMVZ-USP), Marcos Veiga dos Santos, realizou um estudo comparativo detalhado.
 
O estudo avaliou dois rebanhos do Estado de São Paulo formados por 303 vacas. Desse número, foram excluídas 91 por diversos fatores como aborto e problemas de casco, entre outros. As 212 vacas restantes foram divididas em dois grupos e tratadas com Spectramast® DC + Teatseal (107 vacas) e Cefalônio +Teatseal (105 vacas). Os resultados, segundo Veiga, foram muito eficazes e semelhantes entre os dois tratamentos.
 
De acordo com o professor Marcos, o princípio ativo do Spectramast já era reconhecido no Brasil pela sua alta eficácia e segurança com relação ao risco de resíduos, mesmo quando o produto não era comercializado no país. A decisão de realizar o experimento científico serviu para comprovar os benefícios deste componente único no mercado.
 
No mês de setembro de 2014 o produto foi aprovado pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) e sua comercialização está prevista para julho deste ano.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink