Recorde na exportação de feijão-preto: VALE PLANTAR?
CI
Imagem: Pixabay
PULSANTE

Recorde na exportação de feijão-preto: VALE PLANTAR?

Região Sul produziu pelo menos 80.000 toneladas a mais do que a média
Por: -Leonardo Gottems

Entre os meses de Janeiro e Maio do ano de 2022 o Brasil já ultrapassou os 26 milhões de dólares em exportação de feijão-preto. Em apenas cinco meses, o País já vendeu para o mercado externo mais do que o total comercializado em todo o ano passado, destaca o Ibrafe (Instituto Brasileiro de Feijão e Pulses) ao analisar os números do país para este início de ano. 

“Lembramos que a Região Sul produziu pelo menos 80.000 toneladas a mais do que a média dos últimos anos e, consequentemente, aumentou a exportação. Em 2021 houve exportação de 25 milhões de dólares entre janeiro e dezembro, de feijão-preto, e este ano se destaca”, aponta Marcelo Lüders, presidente da entidade mais representativa de pulses no Brasil. 

No volume exportado, ressalta o dirigente, os vendedores brasileiros de feijão-preto bateram um novo recorde ao ultrapassar pela primeira vez na história a marca significativa de 8.500 toneladas. “É pouco, mas é promissor quando lembramos que em 2018 era zero a exportação de Feijão-preto”, comemora o presidente do Ibrafe.

“Tenho defendido que o Brasil poderá exportar feijões-pretos se os preços forem convenientes para nossos produtores, no primeiro semestre de cada ano, e importar, se for preciso, no segundo semestre, da Argentina. No início de cada ano temos uma concentração maior de oferta. Inclusive temos analisado os fluxos de ofertas mundiais com antecedência e, por volta do mês de setembro, podemos saber como será a oferta no início do ano seguinte”, conclui o dirigente.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink


Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.