Baixa oferta mantém preços do boi firmes
CI
Imagem: Marcel Oliveira
EM FEVEREIRO

Baixa oferta mantém preços do boi firmes

Na média parcial de fevereiro (de 1º a 27), o Indicador foi de R$ 196,78, sendo 1,93% superior ao de janeiro
Por:

De acordo com levantamento do Cepea, os preços do boi gordo se mantiveram firmes ao longo de fevereiro, sustentados pela baixa oferta de animais para abate. No final do mês, o Indicador do boi gordo CEPEA/B3 esteve por volta dos R$ 200,00.

Na média parcial de fevereiro (de 1º a 27), o Indicador foi de R$ 196,78, sendo 1,93% superior ao de janeiro e quase 23% acima do de fevereiro de 2019, em termos reais (os valores foram deflacionados pelo IGP-DI).

Para a carne negociada no mercado atacadista da Grande São Paulo, a carcaça casada registra média de R$ 13,77/kg (à vista) na parcial deste mês, com altas de 2,76% em relação à de janeiro e de 24% frente à de fevereiro do ano passado.

Diante disso, pesquisas do Cepea apontam que a diferença entre os preços da arroba bovina e da carne se ampliou, para 9,77 Reais/@, com vantagem para a carcaça casada negociada no atacado – os dados foram deflacionados. 


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink