Cotonicultores esperam recuperação de estradas na Bahia

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o nosso site e as páginas que visita. Tudo para tornar sua experiência a mais agradável possível. Leia os Termos de Uso e a Termos de Privacidade.


CI
Imagem: Divulgação
OESTE

Cotonicultores esperam recuperação de estradas na Bahia

São rodovias que possuem um papel importantíssimo para o escoamento
Por: -Eliza Maliszewski

A notícia da licitação, pela Secretaria de Infraestrutura do Estado da Bahia (Seinfra), dos serviços para a recuperação de mais de 335 quilômetros de rodovias no Oeste do estado foi recebida com muita satisfação pelos agricultores da região, dentre os quais, os cotonicultores. As obras serão realizadas em cinco trechos ao longo das BAs 463, 459 e 460, e fazem parte do escopo do Programa de Recuperação e Manutenção de Rodovias (Premar).

“São rodovias que possuem um papel importantíssimo para o escoamento da produção do cerrado baiano, e precisam estar em condições de trafegabilidade para garantir que o produto chegue a tempo em seu destino, seja ele o porto, de onde partirá para o mercado externo, ou a indústria nacional, no Nordeste brasileiro e em outros polos de processamento no país”, pondera o presidente da Associação Brasileira dos Produtores de Algodão (Abapa), Luiz Carlos Bergamaschi.

Ele acrescenta que, para garantir que competitividade não se perca no trânsito da safra, entre a fazenda e as estradas estaduais e federais, os produtores de algodão têm investido na recuperação das estradas vicinais da região, através do projeto Patrulha Mecanizada. “O Governo sabe o quanto a logística é importante para a agricultura, e reconhece o valor da atividade agrícola para a economia do estado, e tem contribuído para o seu incremento”, afirma Bergamaschi.

De acordo com a Seinfra, a BA-463, entre São Desidério e Roda Velha, será requalificada em 125,8 quilômetros. Na BA-459, os 45,6 quilômetros do entroncamento da BR-242 o até distrito de Placas, os 92,5 quil6ometros do distrito de Placas até o entroncamento da BA-454, e os 64,8 quilômetros que ligam os entroncamentos da BA-454 e da BR-242, no município de Barreiras, passarão por restauração. Os 9 quilômetros ligando o distrito de Placas à divisa entre Bahia e Tocantins também vão ser recuperados, na BA-460. Os envelopes com as propostas das empresas interessadas na execução dos serviços têm previsão de abertura para o dia 02 de junho.

* informações da Abapa


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink