Agropecuarista de Itumbiara (GO) atesta ótimos resultados com uso da Brachiaria Cayana da Barenbrug
CI
Imagem: Divulgação
AGROPECUÁRIA

Agropecuarista de Itumbiara (GO) atesta ótimos resultados com uso da Brachiaria Cayana da Barenbrug

Benefícios do novo cultivar de Brachiaria geram ótimos resultados positivos e elevam a produtividade
Por:

Para o produtor de bezerros Wilson Ribeiro, a escolha da pastagem impacta significativamente no aumento da produtividade animal. Por esse motivo, sempre busca novas tecnologias e produtos que se destaquem no mercado. Ele é proprietário da Fazenda Cachoeira Dourada, que fica em Itumbiara (GO), e tem rotacionado 60 novilhas, de 250 a 270 quilos, pelo período de sete dias em piquetes de 1 hectare. Ribeiro conheceu a cultivar Cayana, da Barenbrug, através da Coopercitrus, e se surpreendeu com os resultados obtidos.

“Essa variedade de capim está me surpreendendo positivamente. Tem um brotamento muito rápido, muito perfilho, muitas folhas, largas e macias, parecem veludo. É uma área que aproveita o fim da irrigação de um pivô central e mesmo sem adubação, quando comparado com a Mombaça, do piquete ao lado, a diferença é nítida. Esse capim vai nos ajudar muito”, conta o pecuarista.

Outro benefício apontado pelo produtor é a recuperação da Brachiaria, que em apenas 5 dias sem a presença dos animais no terreno já se mostrou revitalizada. Segundo o Supervisor Comercial da Barenbrug do Brasil, Caio Simões, o cultivar Cayana, que foi desenvolvido e é comercializado com exclusividade empresa líder global em soluções forrageiras, atende pecuaristas de corte e leite que se interessam por tecnologia, parceria e alto desempenho. 

“A produção animal a pasto depende do crescimento da planta forrageira. O Cayana garante maior produtividade e rentabilidade no campo, pois proporciona um elevado acúmulo de forragem e uma alta produção de massa seca total, o que faz dele geneticamente superior, com maior aproveitamento dos nutrientes disponíveis, e com forte produção se comparado a outros cultivares existentes no mercado”, explica o Caio Simões.

Foram 12 anos de pesquisa para o desenvolvimento do cultivar Cayana. Aprovada, sob corte e pastejo, em ensaios de VCU (ensaio de Valor, Cultivo e Uso) requeridos pelo MAPA (Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento), a Brachiaria obteve produtividade animal de 42% superior ao Marandu na média de 2 anos (2015 a 2017) de avaliação, realizado na fazenda experimental Capim Branco, pela Universidade Federal de Uberlândia/MG. Além disso, apresenta resistência às cigarrinhas das pastagens e outras doenças bem conhecidas.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink


Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.