Uso ilegal de água com 114 pivôs na agricultura

Jussara

Uso ilegal de água com 114 pivôs na agricultura

114 pivôs em uso de água no município de Jussara
Por:
652 acessos

Reportagem do jornal O Popular mostra o uso indiscriminado de pivôs em Goiás, que são importantes na agricultura, mas que ferem a legislação ambiental, se não instalados com os devidos critérios.

O município de Jussara, na região Oeste de Goiás, é apontado como uma localidade onde essa prática está fora do controle. O município tem 114 pivôs na agricultura, sendo o segundo no Estado em números absolutos e que vem despontando na região do Vale do Araguaia. Apesar da quantidade, apenas uma licença foi emitida pelo órgão ambiental entre 2008 e 2017.

A matéria denuncia de que os pivôs centrais estão longe da legalidade. Menos de um quarto dos equipamentos são devidamente licenciados pelos órgãos ambientais. Levamento da Sefaz comprova a existência de mais de 3,3 mil pivôs no Estado de Goiás.

Diante de um contexto de crise hídrica que atingiu dezenas de cidades em Goiás, os diversos usos de água viraram foco de discussões. A realidade mostra, apesar disso, que os impactos gerados pelo principal usuário, que é a irrigação, ainda estão distantes do crivo dos órgãos ambientais. Os órgãos ambientais possuem poucos fiscais para atuarem no segmento.

O jornal O Popular cita que outro caso fora do controle são as construções de barragens. No ano passado, eram quse 9 mil barragens em Goiás. E foram apenas 110 licenças emitidades, o que significa que muitos estão na ilegalidade e colocando o meio ambiente em risco.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink