Conheça os 10 maiores exportadores de soja do MT
CI
Imagem: Pixabay
RANKING

Conheça os 10 maiores exportadores de soja do MT

Rondonópolis ultrapassou Sorriso e soma U$ 1,488 bilhão, alta superior a 15%
Por: -Eliza Maliszewski

O estado do Mato Grosso é o maior produtor de soja do país. Na safra passada foram 35,4 milhões de toneladas e nesta estão previstas 36,8 milhões de toneladas. Segundo dados do Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC) o Mato Grosso saiu da 6ª para a 5ª colocação como estado brasileiro que mais exporta neste ano, rspondendo por 9% de todas as vendas externas do Brasil até o fechamento de outubro. Agora só perde para São Paulo (19,9%), Minas Gerais (12,2%), Rio de Janeiro (11,1%) e Pará (9,5%).

Em valores, as vendas já atingem U$ 15,5 bilhões e acumulam U$ 1 bilhão a mais dos que o mesmo período do ano passado. É o maior registro desde 2009. A soja se mantém como o principal produto de exportação. Entre o grão e o farelo, a oleaginosa representa 60% das vendas.

A região Norte fechou os dez primeiros meses do ano com três municípios no ranking dos dez maiores exportadores de Mato Grosso. Sorriso em 2º, Sinop em 6º e Nova Mutum em 7º integram a lista, que é liderada por Rondonópolis. Em relação ao consolidado de 2019, a região perdeu Matupá que reduziu as vendas externas em 47% e caiu para o 18º lugar, cedendo seu lugar para Campo Verde.

Rondonópolis que está em primeiro, teve alta de 15,5% nas exportações e ultrapassou Sorriso, que teve retração de 9,1% nas vendas externas. O município do Sul já exportou U$ 1,488 bilhão contra U$ 1,483 bilhão de Sorriso. Cada um responde por 10,5% das exportações mato-grossenses.

A cidade de Querência apresenta crescimento de quase 40% nas exportações e subiu para o terceiro lugar do ranking, demonstrando o desenvolvimento do agronegócio na região Araguaia de Mato Grosso. A lista ainda e composta por Campo Novo do Parecis (4º), Primavera do Leste (5º), Sapezal (8º) e Diamantino (9º).

10 maiores exportadores de Mato Grosso em dólares entre janeiro e outubro

1º – Rondonópolis – 1,488 bilhões – 10,5%
2º – Sorriso – 1,483 bilhões – 10,5%
3º – Querência – 992 milhões – 7%
4º – Campo Novo do Parecis – 817 milhões – 5,8%
5º – Primavera do Leste – 797 milhões – 5,6%
6º – Sinop – 781 milhões – 5,5%
7º – Nova Mutum – 654 milhões – 4,6%
8º – Sapezal – 598 milhões – 4,2%
9º – Diamantino – 509 milhões – 3,6%
10º – Campo Verde – 443 milhões – 3,1%
 


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink