Mato Grosso deve produzir 15% menos algodão
CI
Imagem: Divulgação
SAFRA

Mato Grosso deve produzir 15% menos algodão

As condições de mercado fizeram a transição da cotonicultura para áreas de milho safrinha
Por: -Eliza Maliszewski

A safra brasileira de algodão deve ser 17% menor, com 2.49 milhões de toneladas. A área deve ter queda de 15,2%, com 1.413 milhão de hectares destinados para a cultura. Os dados são do levantamento de safra divulgado pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab). Essa redução se deve, segundo a Conab, à migração dos produtores para culturas de maior rentabilidade no momento como a soja e o milho.

Na Região Centro-Oeste, considerada a maior região produtora do país, houve diminuição de 14,5% na área plantada em comparação ao visualizado no exercício anterior. Dessa forma, foram semeados cerca de 1.054,5 mil hectares, distribuídos entre os três estados da região.

A maior redução foi registrada em Mato Grosso, o maior produtor nacional. As condições de mercado fizeram a transição da cotonicultura para áreas de milho safrinha devido aos preços pagos pelo grão, além do estreitamento da janela ideal de plantio em virtude do atraso no ciclo da soja. O total semeado neste ciclo ficou em 1.002,8 mil hectares, representando diminuição de 14% em comparação a 2019/20. O Estado espera colher 1.772 milhão de toneladas de pluma, queda de 15%.

De modo geral, as áreas cultivadas têm apresentado bom desenvolvimento vegetativo e reprodutivo. Ainda que chuvas intensas tenham incidido sobre lavouras em estádio inicial de desenvolvimento em determinadas regiões, essas são consideradas questões pontuais, sem comprometimento do potencial geral de produção. Os tratos culturais estão sendo realizados dentro da normalidade, com aplicações para o controle de pragas, principalmente o bicudo do algodoeiro, bem como estão sendo realizadas as adubações de cobertura e controle de crescimento. Com o plantio encerrado desde fevereiro, as lavouras se encontram, predominantemente, em formação de maçãs para o algodão primeira safra e em floração para a cultura considerada de segunda safra.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink