Faculdade CNA incentiva pesquisa de estudantes sobre o agro
CME MILHO (SET/20) US$ 3,076 (-1,22%)
| Dólar (compra) R$ 5,41 (1,29%)

Imagem: Pixabay

Educação

Faculdade CNA incentiva pesquisa de estudantes sobre o agro

Faculdade CNA incentiva que os estudantes realizem pesquisas sobre o Agro no Programa de Iniciação Científica da instituição
Por:
159 acessos

A Faculdade CNA incentiva que os estudantes dos cursos de graduação realizem pesquisas sobre o Agro no Programa de Iniciação Científica da instituição. Uma dessas pesquisas está sendo feita pela estudante Andreza Almeida do primeiro período de Gestão Ambiental no polo de ensino de Santa Izabel do Pará (PA).

Andreza analisa a evolução do volume de cargas agropecuárias e o minério de ferro no transporte ferroviário no Brasil entre 2006 e 2019, sob orientação da professora da área de logística, Elisangela Pereira Lopes.

Foram analisados os dados disponíveis pela Agencia Nacional de Transportes Terrestres (ANTT). “Observamos que o modal ferroviário continua priorizando o escoamento de minério de ferro. Somente em 2019 esse produto representou 76,7% das cargas transportadas pelas linhas férreas. Em contrapartida, a movimentação de produtos agropecuários foi de apenas 16,4%”, afirmou Andreza.

De acordo com a professora Elisangela os resultados da pesquisa poderão contribuir para o desenvolvimento de ações que permitam maior destinação do modal ferroviário para o agronegócio.

“Sabemos que, atualmente, 85% dos grãos transportados utilizam as nossas estradas. Com os resultados, pretende-se comprovar que cargas, como commodities, continuam sendo preteridas ao escoamento de minério de ferro e será possível cruzar os motivos com os dados de investimentos públicos e privados para construção, recuperação e manutenção de vias férreas”, disse Elisangela.

Como exemplo de ações, a professora cita a adoção de mecanismos de garantia da competitividade na prestação de serviços ferroviários, destinação de novos investimentos públicos e privados para construção e recuperação de linhas férreas destinadas, a princípio, ao transporte de grãos das regiões de novas fronteiras agrícolas.

Carolline Vargas, estudante do primeiro período do curso Gestão do Agronegócio no polo de João Pessoa (PB), também participa do programa de Iniciação Científica sob orientação do professor Luiz Kitajima.

A estudante está realizando um estudo de caso sobre tecnologias aplicadas para conservação de recursos naturais e manutenção das cadeias produtivas.

“Devido às alterações na vegetação nativa, topografia original e recursos hídricos causados por atividades de mineração, interessei-me em pesquisar os procedimentos dessas áreas para desenvolver métodos mais eficazes para aplicação em situações semelhantes”, destacou Carolline.

Na avaliação do professor orientador Luiz Kitajima, a pesquisa aprofundará os procedimentos de recuperação das áreas afetadas e quais são os impactos para a atividade agropecuária.

“Serão abordados os procedimentos já existentes ou propostos para recuperação da mesma e dos resultados obtidos até agora, e como isso influencia na confecção de documentos, como o Plano de Recuperação de Áreas Degradadas (o PRAD) e dos Planos de Controle Ambiental (PCA)”, afirmou.

O coordenador do Programa de Iniciação Científica da Faculdade CNA, Alberto Santos, explica que a pesquisa integra estudantes e os professores em projetos que tratam da elaboração de soluções inovadoras para o setor agropecuário.

“Nossos estudantes têm um ganho estratégico na formação, pois desenvolvem habilidades de pesquisa com as metodologias científicas aplicadas ao setor. Já os professores podem aplicar seus projetos de pesquisa nas diferentes regiões do País que contam com os polos da instituição”.

Inscrições - Ligada à CNA, a Faculdade CNA está com inscrições abertas para o processo seletivo dos cursos superiores a distância em Gestão do Agronegócio, Gestão Ambiental, Gestão de Recursos Humanos e Processos Gerenciais.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink