Seminário de fruticultura reúne pesquisadores e produtores em Alagoas

Fruticultura

Seminário de fruticultura reúne pesquisadores e produtores em Alagoas

Secretaria da Agricultura de Alagoas e o Sebrae-AL realizaram nos dias 9 e 10 segunda edição do Seminário Alagoano de Fruticultura
Por:
225 acessos

A Secretaria da Agricultura de Alagoas e o Sebrae-AL realizaram nos dias 9 e 10, com apoio da Embrapa, FAEAL e UFAL, a segunda edição do Seminário Alagoano de Fruticultura. Com palestras e debates sobre resultados mercadológicos, comercialização, produtividade, cultivos e industrialização, o evento reuniu, na sede da Federação da Agricultura, em Maceió, pesquisadores, técnicos, produtores e estudantes.

A programação envolveu minicursos de pesquisadores da Embrapa e da UFAL. As apresentações focaram nos aspectos técnicos e agronômicos, agroindustriais e econômicos de diversas culturas frutíferas de importância para Alagoas.

Na quarta (9), o pesquisador da Embrapa Semiárido (Petrolina, PE) José Egídio Flori abordou a cultura da goiaba. Humberto Rollemberg, pesquisador da Embrapa Tabuleiros Costeiros (Aracaju, SE), apresentou a cultura do coqueiro. Na quinta (10) foi a vez de Francisco Xavier de Sousa, pesquisador da Embrapa Agroindústria Tropical (Fortaleza, CE) falar sobre a cajá, e Eurico Eduardo Lemos, do Centro de Ciências Agrárias da UFAL, discutir as anonáceas – pinha, condessa e afins.

Para o secretário da Agricultura, Antônio Santiago, o seminário vem tendo grande importância para a política de diversificação de cultura em Alagoas, porque reúne pesquisadores, produtores e técnicos para um amplo debate sobre temas ligados ao desenvolvimento da fruticultura.
 
“O mercado em Alagoas está crescendo, cada vez mais há uma necessidade em promover ações nesse sentido, para buscar novas alternativas para o cultivo de frutas como a goiaba, cajá, coco verde, entre outros”, afirmou Santiago.
 
Ronaldo de Moraes, diretor técnico do Sebrae/AL, reconhece que o seminário é extremamente assertivo e se enquadra como um meio para debater sobre as tecnologias e tendências de mercado. Para ele, em face de sua temática, serve para fortalecimento da diversificação de culturas em Alagoas.
 
De acordo com o vice-presidente da Cooperativa dos Produtores de Laranja de Santana do Mundaú, Antonio Carlos, o evento é uma excelente oportunidade para os pequenos produtores que têm interesse em produzir frutas, pois o mercado está cada vez mais se ampliando.
 
“Temos experiências em laranja e nossa intenção é produzir cajá na região, por isso estamos em um grupo de produtores para conhecer melhor outras culturas”, explicou.

"Este seminário oferece ao produtor rural uma janela de oportunidades. A fruticultura é uma atividade rentável. Estamos trazendo o que há de mais moderno neste segmento. Vale ressaltar que os pequenos produtores, mesmo em áreas de menor tamanho, podem desenvolver a fruticultura com êxito e sustentabilidade”, afirmou o vice-presidente da FAEAL, Edilson Maia.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink