Plantio do arroz terá melhores condições por conta da chuva

Arroz

Plantio do arroz terá melhores condições por conta da chuva

Neste começo de semana, a passagem de uma frente fria pelo Rio Grande do Sul, deixa o tempo instável e com chuva ao longo de todo o dia
Por:
430 acessos

Neste começo de semana, a passagem de uma frente fria pelo Rio Grande do Sul, deixa o tempo instável e com chuva ao longo de todo o dia em grande parte do estado gaúcho e de Santa Catarina. Há previsão de que ocorra temporais em alguns pontos do centro-norte do Rio Grande do Sul entre segunda-feira (16) e amanhã (17). 

Porém, a chuva prevista irá beneficiar a elevação dos níveis de água dos solos, beneficiando tanto o desenvolvimento das lavouras de inverno, como trigo, mas principalmente os reservatórios que se encontram com níveis de água bem abaixo do ideal para o cultivo do arroz. Deve-se salientar que a chuva ainda não será suficiente para normalizar o sistema. No entanto, como há previsão de mais chuvas para o mês de julho e para a primeira quinzena de agosto, a tendência é que até o início da temporada de plantio do arroz, os reservatórios estejam em melhores condições, trazendo mais tranquilidade aos produtores.

No Paraná, a frente fria não deve levar chuva regular e abrangente às regiões produtoras de trigo, no noroeste e norte do estado, o que agravará ainda mais as condições das lavouras que já apresentam perdas em seus potenciais produtivos. Apenas a metade sul do estado deve receber algumas pancadas de chuva irregular no começo desta semana, devido a passagem da frente fria.

Em praticamente todo o restante do país, o tempo seguirá aberto e sem previsão para chuva, mantendo assim, as condições favoráveis a realização da colheita do milho safrinha, algodão, café e cana-de-açúcar. Não há previsão de que tal procedimento seja afetado ao longo das próximas duas semanas.

As temperaturas nas lavouras

Como era previsto, as temperaturas começaram a se elevar gradativamente, uma vez que a massa de ar polar se encontra sobre o Atlântico. Ao longo desta semana as madrugadas terão um pouco mais de frio e durante o dia, muito calor e umidade relativa bem baixa, o que favorece o aumento dos focos de queimadas no Centro-Oeste e no Norte do país.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink