PR: Descomplica Rural auxilia em projeto de piscicultura
CI
Imagem: Marcel Oliveira
PISCICULTURA

PR: Descomplica Rural auxilia em projeto de piscicultura

O programa Descomplica Rural apresentou mais um resultado prático
Por:

O programa Descomplica Rural, lançado pelo governo do Paraná em parceria com o Sistema FAEP/SENAR-PR e outras entidades representativas do agronegócio estadual, apresentou mais um resultado prático. A partir da iniciativa, que busca desburocratizar a vida de agropecuaristas que desejam investir em novos negócios, o empreendedor e professor Valdo José Cavallet, de Paranaguá, no Litoral do Estado, conseguiu a licença ambiental para desenvolver um projeto de piscicultura, parado há cerca de quatro anos.

“O caso do Cavallet é mais um, entre muito, nestes últimos meses, o descomplica Rural tem ajudado bastante os produtores rurais a viabilizarem e ampliarem os negócios no campo”, destaca Ágide Meneguette, presidente do Sistema FAEP/SENAR-PR.

Agora, com a autorização em mãos, Cavallet vai investir na implantação de três tanques com área de cultivo de 1,5 mil m² para peixes e camarões, com estimativa de produção de até 1,5 tonelada por ano. Além de ser um empreendimento para gerar renda, o local também será um espaço para aulas práticas dos alunos do campus do litoral da Universidade Federal do Paraná (UFPR).

“A UFPR Litoral nasceu a partir da necessidade de desenvolvimento sustentável da região, estimulando a formação com mais vivência. E esse projeto de piscicultura vai ao encontro disso”, explica Cavallet que, após dez anos na diretoria da UFPR Litoral, hoje atua como professor. “A desburocratização era o incentivo que faltava para pessoas que têm pequenos pedaços de terra desenvolverem seus projetos”, complementa.

Com o Descomplica Rural, o processo de licenciamento ambiental do projeto de Cavallet durou cerca de 20 dias. Além da agilidade nos trâmites, o empreendedor contou com a assessoria da FAEP, que repassou as orientações necessárias para a conquista da autorização. “Eu tenho acompanhado todo esse movimento, puxado pela FAEP, no sentido de poder desenvolver atividades agrícolas junto à preservação do meio ambiente. É um processo que está avançando muito no Paraná. O Descomplica Rural mostra que é possível produzir com responsabilidade ambiental”, afirma o ex-diretor-geral da Itaipu, Jorge Samek.

Segundo o presidente do Instituto Água e Terra (IAT), Everton Luiz da Costa Souza, os resultados do Descomplica Rural têm se mostrado positivos no que diz respeito ao apoio ao desenvolvimento sustentável, permitindo a geração de novos negócios e mais empregos em diferentes regiões do Paraná. “Esse é o grande objetivo, fazer com que o processo de gestão ambiental esteja em equilíbrio com os sucessos econômico e social de uma região. É o tripé da sustentabilidade”, destaca. “É motivo de satisfação ver estes resultados sendo colhidos, como o empreendimento do Valdo, que vai levar um resultado positivo para a região”, conclui Souza.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink