ILPF será vista por meio da realidade virtual em Congresso no Rio de Janeiro

ILPF

ILPF será vista por meio da realidade virtual em Congresso no Rio de Janeiro

Mais de 3 mil participantes do Congresso Mundial de Ciência do Solo terão a oportunidade de conhecer os sistemas de ILPF
Por:
286 acessos

Os mais de 3 mil participantes do Congresso Mundial de Ciência do Solo, que será realizado de 12 a 17 de agosto no Rio de Janeiro (RJ) terão a oportunidade de conhecer os sistemas de integração lavoura-pecuária-floresta (ILPF) sem sair do centro de convenções. Um túnel montado no estande da Rede ILPF permitirá que o congressista vivencie a tecnologia por meio da realidade virtual.

Utilizando um óculos de realidade virtual, o visitante passará por um percurso em que verá a transformação de uma área degradada, com baixa capacidade de produção, em uma área produtiva e sustentável. Em cada parte do percurso, será possível ver desde a correção do solo para a entrada da agricultura até a entrada do gado em uma pastagem reformada, ou ainda o plantio de árvores num sistema com o componente arbóreo.

Os benefícios da ILPF, como o aprofundamento de raízes, descompactação do solo, ciclagem de nutrientes, conforto térmico e mitigação das emissões de gases causadores do efeito estufa também são representados na experiência do visitante.

Todo o percurso é acompanhado por um áudio explicativo tanto em português quanto em inglês para os participantes de todas as regiões do planeta.

A instalação com a experiência de ILFP em realidade virtual é uma adaptação do aplicativo de realidade aumentada “Maquete virtual de ILPF em realidade aumentada”, lançado no fim de 2017 e que está disponível para download para dispositivos com sistema Android e iOS.

Tecnologia nacional

A integração lavoura-pecuária- floresta é uma tecnologia produtiva brasileira que integra diferentes sistemas produtivos, agrícolas, pecuários e florestais dentro de uma mesma área. Pode ser feita em cultivo consorciado, em sucessão ou em rotação, de forma que haja benefício mútuo para todas as atividades.

Esta forma de sistema integrado busca otimizar o uso da terra, elevando os patamares de produtividade, diversificando a produção e gerando produtos de qualidade. Com isso reduz a pressão sobre a abertura de novas áreas.

Entre seus benefícios está a redução da pressão sobre abertura de novas áreas, diversificação da produção, aumento da renda no campo, maior geração de emprego, maior eficiência no uso de recursos naturais e de maquinários, redução das emissões de gases causadores de efeito estufa, entre outros.

Rede ILPF

A experiência da ILPF em realidade virtual é uma iniciativa da Rede ILPF, uma parceria público privada formada pela Embrapa, e pelas empresas Bradesco, Cocamar, John Deere, Soesp e Syngenta. O grupo existe há mais de cinco anos e tem como objetivo fomentar a divulgação e transferência de tecnologia sobre sistemas de ILPF, visando uma maior adoção dessa estratégia produtiva em todo o país.

Pesquisa encomendada pela Rede ILPF em 2015 mostrou que na safra 2015/2016 a área ocupada pro esses sistemas era de 11,5 milhões de hectares. Estimativa feita em 2017 por pesquisadores da Embrapa participantes da Plataforma ABC, com base no índice de crescimento da adoção da tecnologia, indicou que na última safra a área com alguma configuração de ILPF chegou a 14,6 milhões de hectares.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink