Expedição Caminhos do Tabaco: onde estão os jovens?

Tabaco

Expedição Caminhos do Tabaco: onde estão os jovens?

Continuidade do trabalho na agricultura é uma preocupação do setor
Por:
80 acessos

Um assunto que sempre deve ser lembrado é a presença dos jovens na agricultura; afinal, são eles que vão dar continuidade a este importante trabalho. Ontem, enquanto viajávamos por Santa Catarina, vimos que cada vez menos a juventude quer seguir no interior. Encontramos muitas moradias abandonadas, mostrando que a nova geração migrou para a cidade e seus pais se aposentaram de vez. As consequências virão no futuro!

Quanta diferença! 

Percorrendo as estradas do Rio Grande do Sul, como vocês conhecem bem, notamos que a situação não é das melhores. Aqui por Santa Catarina se vê o contrário. Pelo caminho encontramos muitas obras nas rodovias pedagiadas, bem diferente do que acontece na nossa região.

Acidente 

De Ituporanga fomos até Chapadão do Lageado. No caminho, encontramos o primeiro acidente nos mais de 2 mil quilômetros percorridos. Um carro estava queimado, mas por sorte as perdas foram apenas materiais.

Terra da cebola 

Em Chapadão do Lageado tem tabaco, mas também há muitas plantações de cebola. Uma delas fica na propriedade de Alcionei e Ivonete de Souza, que contam com a ajuda do filho Lucas e da namorada dele, Naiara Sotele. Dos 22 hectares, 6 são cultivados com cebola, algo em torno de 2 milhões de pés. Para o tabaco, são destinados 4 hectares e para a soja, mais 6. Vivendo a 1,5 quilômetro da cidade, a família já vendeu parte da safra de tabaco e toda a produção de 205 mil quilos de cebola.

Na propriedade ao lado, encontramos Leonardo Hoffmann, de 21 anos, que estava preparando a terra para o feijão. Ele ajuda os pais também na plantação de tabaco e, claro, cebola. A família ainda tem 100 toneladas armazenadas no galpão. Como o vizinho Lucas, quer seguir na agricultura, pois entende a importância de seu trabalho. 


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink