Bula Sulflow SC - Arysta Lifescience
CME MILHO (SET/20) US$ 3,102 (-25,25%)
| Dólar (compra) R$ 5,25 (-0,59%)

Bula Sulflow SC

Enxofre
2892
UPL

Composição

Enxofre (Sulfur) 750 g/L

Classificação

Terrestre
Acaricida
4 - Produto Pouco Tóxico
IV - Produto pouco perigoso ao meio ambiente
Não inflamável
Corrosivo
Suspensão Concentrada (SC)
Contato, Fumigante

Embalagens: 1, 5, 10, 20, 25 e 50 L.

INSTRUÇÕES DE USO

SULFLOW® SC é um acaricida que contém ENXOFRE (750 g/L) na forma de suspensão concentrada tendo uma ação inicial rápida.

NÚMERO, ÉPOCA E INTERVALO DE APLICAÇÃO

Iniciar a aplicação assim que for atingido o nível de dano econômico. Repetir quando necessário. MODO DE APLICAÇÃO: SULFLOW® SC é dispersível em água, devendo ser uniformemente distribuído no tanque pulverizador antes de inciar-se sua aplicação, que deverá ser através de pulverizador de pistola ou através de turboatomizador. O acaricida deve ser mantido em suspensão constante por agitação contínua de calda. Empregar volume de calda adequado no perfeito molhamento de toda a parte externa e interna da planta, até o ponto de escorrimento, procurando obter uma cobertura uniforme da parte aérea da planta.

INTERVALO DE SEGURANÇA

Sem restrições.

INTERVALO DE REENTRADA DE PESSOAS NAS CULTURAS E ÁREAS TRATADAS

7 dias após a aplicação.

LIMITAÇÕES DE USO

Fitotoxicidade para a cultura indicada: algumas variedade podem ser mais sensíveis ao enxofre. Não aplique durante a florada ou sob temperatura superiores a 30 graus centígrados.
A pulverização com o produto pode favorecer o aparecimento de cochonilhas. Observar intervalo mínimo de 20 dias antes e após a aplicação para pulverização de óleo mineral emulsionável ou formulações oleosas de outros pesticidas.

De acordo com as recomendações aprovadas pelo órgão responsável pela Saúde Humana – ANVISA/MS.

De acordo com as recomendações aprovadas pelo órgão responsável pelo Meio Ambiente – IBAMA/MMA.

- Incluir outros métodos de controle de doenças (ex. controle cultural, biológico, etc.) dentro do programa do Manejo Integrado de Pragas (MIP) quando disponíveis e apropriados.

- Qualquer agente de controle de inseto pode ficar menos efetivo ao longo do tempo se o inseto-alvo desenvolver algum mecanismo de resistência. Implementando as seguintes estratégias de manejo de resistência à inseticidas (MRI) poderíamos prolongar a vida útil dos inseticidas.
- Qualquer produto para controle de inseto da mesma classe ou modo de ação não deve ser utilizado em gerações consecutivas da mesma praga.
- Utilizar somente as doses recomendadas na bula.
- Sempre consultar um Engenheiro Agrônomo para direcionamento sobre as recomendações locais para o MRI.




Contato com o Agrolink