Agricultura Familiar

Agricultores familiares iniciam colheita de arroz em unidades demonstrativas de Natividade

O objetivo desse trabalho é incentivar as cadeias produtiva do arroz, como também da mandioca e milho nas comunidades de agricultores
Por:
1404 acessos

Agricultores familiares do município de Natividade, a 200 km de Palmas, iniciaram a colheita do arroz em três Unidades Demonstrativas, implantadas por extensionistas do Instituto de Desenvolvimento Rural do Tocantins (Ruraltins), do escritório local. Mais de 80 famílias assentadas da reforma agrária, quilombolas e agricultores tradicionais serão beneficiadas com a colheita do produto. 

De acordo com o chefe do escritório local do Ruraltins, Marcos Tadeu, a expectativa é que sejam colhidas 240 sacas de arroz das variedades Esmeralda, Serra Dourada e Sertaneja, desenvolvidas pela Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa ). 

“O objetivo desse trabalho é incentivar as cadeias produtiva do arroz, como também da  mandioca e milho nas comunidades de agricultores, com a introdução de novas sementes e tecnologias de plantio que auxiliem na melhoria da qualidade de vida das famílias. Além dessas unidades, que já estão produzindo, a ideia é  implantar mais quatro unidades demonstrativas e ampliar a área plantada na região, para que os produtores tenham alimentos de qualidade na mesa e uma fonte a mais de renda”, avaliou o técnico. 

A propriedade do agricultor Balbino Borges, da Comunidade Quilombola Redenção, é uma das unidades de referência na produção de arroz. Nesta safra, o produtor espera colher cerca de cinco mil quilos do produto. “Iniciamos o plantio das sementes no mês de novembro e as chuvas ocorridas favoreceram o desenvolvimento da lavoura. Estou muito satisfeito com o resultado”, avaliou. 

Variedades 

As variedades de arroz BRS Serra Dourada, BRS Sertaneja e BRS Esmeralda, têm como características a alta produtividade e a qualidade de grãos. Mais conhecido também como arroz de sequeiros, seu cultivo é apropriado ao clima e a agricultura familiar do Estado. 

Veja também

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink