Fórum para estimular jovens a permanecerem no campo

EXPODIRETO 2020

Fórum para estimular jovens a permanecerem no campo

Para Nei César Manica, presidente da Cotrijal, a atividade é uma forma de oportunizar conhecimento
Por:
56 acessos

Weslei Glienke, 19 anos, produtor de leite em Vitor Graeff, saiu do 9º Fórum do Jovem Cooperativista entusiasmado com as perspectivas que se abriram a partir do que ouviu no evento. Ele está concluindo o curso técnico em Agronegócio e fazendo estágio na área de produção vegetal da cooperativa e tem a expectativa de dar sequência ao negócio da família.

Além de Weslei, outros jovens que têm o campo no DNA participaram do fórum, no auditório central da Expodireto Cotrijal, na manhã de hoje, 6, que contou com palestras e apresentação de experiências de jovens produtores. “Vou contar em casa o que ouvi, as experiências, que nos estimulam a ficar no campo”, destacou o jovem.

Para Nei César Manica, presidente da Cotrijal, a atividade é uma forma de oportunizar conhecimento. “Qualquer atividade precisa de conhecimento, por isso que abrimos este espaço há nove anos”, salientou.

A primeira palestra foi conduzida por Giezi Schneider, executivo da Rede de Inovação Conecta, da Universidade de Passo Fundo, que desafiou os jovens a escolherem que papel querem ter dentro de um mundo conectado e de inovações. 

Ele falou sobre a geração que está chegando nas propriedades rurais, a escolha de um lugar dentro dessa realidade, sobre identificar problemas que são realmente relevantes para alguém e a não olhar para a tecnologia como um fim nela mesma. Instigou-os a inovar de outras formas, não somente produzindo ou consumindo tecnologia, “e a olhar para o nada, para aquilo que possa ser inventado”. 

“A minha sugestão é que vocês escolham o protagonismo, escolham escolher o que serve e o que não serve, o que devo e o que não devo. Não vamos acertar sempre, mas vamos buscar coisas úteis, escolhendo, selecionando de acordo com a nossa realidade, com a nossa condição”, finalizou. 

Novidades para agregar

Rogério Raposo, gerente de produto da Hypercubes, falou sobre sua experiência como engenheiro agrônomo que percebia que a realidade não conseguia dar conta de todas as necessidades dos produtores. Com a empresa sediada no Vale do Silício, nos Estados Unidos, ele falou sobre o choque entre dois mundos, o que possibilita a criação de soluções e um olhar para frente. 

A empresa está desenvolvendo um satélite com capacidade de obter informações detalhadas sobre a lavoura em tempo real e capaz de entregar essa análise para o produtor de forma remota. “Temos que olhar para frente, sim, mas não podemos esquecer de quem passou antes de nós, fez e conquistou. Podemos dar continuidade, com tecnologia que vem pra ajudar e dar mais praticidade ao nosso trabalho no campo”, argumentou. 

A sucessão rural e a adoção de novas tecnologias 

Ainda no fórum, dois jovens apresentaram suas experiências de trabalho no campo. Henrique Hummes, 33 anos, engenheiro agrônomo e ex-funcionário da Cotrijal, falou sobre a propriedade, que agora é gerida por ele e dois irmãos. Explicou sobre o que foi implementado, como soluções tecnológicas para aumentar e melhorar a produção, e elogiou a parceria com a Cotrijal, que garante assistência e assessoria comercial e gerencial.

Maiara Neuberger, 29 anos, também contou como a vida mudou quando decidiu se dedicar à produção leiteira na propriedade da família em Coqueiros do Sul. Com mão de obra totalmente familiar, a propriedade possui plantel total de 87 animais. Desde o investimento do sogro para que ela e o marido permanecessem no campo, todos os processos foram reformulados, como gestão de custos, manejos reprodutivos, nutricionais e sanitários, além do controle leiteiro, com a inclusão de tecnologias buscando sempre o aumento da produtividade e melhores condições de gerenciamento. 
 


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink