Tereza Cristina anuncia mais R$ 500 milhões para o Moderfrota na atual safra

Financiamento

Tereza Cristina anuncia mais R$ 500 milhões para o Moderfrota na atual safra

Ministra também promete para breve a melhoria da conectividade no campo
Por:
281 acessos

A ministra Tereza Cristina (Agricultura, Pecuária e Abastecimento), anunciou nesta segunda-feira (29), em Ribeirão Preto (SP), na abertura da Agrishow, a destinação de mais R$ 500 milhões no atual Plano Safra para o programa Moderfrota, cujos recursos haviam se esgotado em dezembro. No evento com a presença do presidente da República, Jair Bolsonaro, a ministra disse que o fato de os produtores terem utilizado todo o orçamento significa que estão confiantes no setor, investindo em máquinas e equipamentos.

“Tira daqui, põe lá, raspamos o tacho para atender a essa demanda”, disse Tereza Cristina sobre o financiamento que é concedido por meio do BNDES (o Programa de Modernização da Frota de Tratores Agrícolas e Implementos Associados e Colheitadeiras). Adiantou que o Plano Safra 2019/2020, a ser divulgado em 12 de junho, também deverá agradar aos produtores

“O presidente herdou um orçamento apertadíssimo, engessado. Mas estamos nos reunindo semanalmente e tendo a parceria do ministro Paulo Guedes (Economia) com a agropecuária brasileira. Então, vocês terão surpresas agradáveis”, prometeu.

A ministra destacou, como fez também Jair Bolsonaro, em seu discurso, a existência de sintonia entre os ministros. “O presidente mudou a história ao pôr um ministro do Meio Ambiente (Ricardo Salles) e da Agricultura em perfeita sintonia, em prol do desenvolvimento e da sustentabilidade do país”.

Acesso à internet

A ministra também anunciou para breve a melhoria da conectividade no campo. “O governo trabalha afinado, é um time que conversa. Tenho mantido entendimento também com a Ciência e Tecnologia (ministério) e vocês verão em breve a nossa conectividade no campo. Esse é um dos legados que o presidente deixará”, adiantou.

A ministra lembrou que são grandes os desafios, mas que “todos eles serão sanados, com diálogo aberto no Ministério da Agricultura”.

“Eu disse aqui, no ano passado que o país precisa de previsibilidade e é isso que o presidente vem fazendo, na simplificação, na modernização, no revogaço, para que as coisas caminhem”, afirmou ela. “Muito já se fez, retirando as travas para que o custo Brasil diminua, para que se produza com segurança jurídica. Mais de 200 produtos já destravamos”.

A ministra destacou ainda a importância da Embrapa, “que precisa ser remodelada”, e da necessidade que tem de recursos para produzir mais.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink