Abisolo estima expansão de 12% nas vendas da indústria de fertilizantes especiais em 2019

FERTILIZANTES

Abisolo estima expansão de 12% nas vendas da indústria de fertilizantes especiais em 2019

Previsão onfirma uma tendência de expressiva expansão que o segmento vem demonstrando nos últimos quatro anos 
Por:
159 acessos

Previsão foi feita pelo Comitê de Estatística da associação e confirma uma tendência de expressiva expansão que o segmento vem demonstrando nos últimos quatro anos 

A Abisolo – Associação Brasileira das Indústrias de Tecnologia em Nutrição Vegetal estima que a indústria brasileira de insumos voltados para nutrição vegetal, especializada na produção de fertilizantes especiais, deverá ter um crescimento de 12% nas vendas deste ano em comparação com as de 2018.

A projeção foi feita com base na mais recente análise do Comitê de Estatística da entidade que avaliou os resultados dos primeiros nove meses do ano, salientando que a projeção não é mais positiva devido ao atraso nas entregas para soja, provocado por condições climáticas adversas. “Com o retorno das chuvas podem ocorrer novas oportunidades nas vendas de repique e assim termos uma surpresa positiva no fechamento de 2019”, comentou Laura Mazzotti Silvestrini Baldan, coordenadora do Comitê de Estatística da Abisolo.

Se confirmada tal projeção, o segmento manterá uma tendência de expansão de vendas na casa dos dois dígitos, que tem se repetido nos últimos quatro anos. O bom andamento das vendas se concretiza graças ao expressivo e constante aumento na taxa de adoção das novas tecnologias de nutrição vegetal por parte da maioria dos agricultores, que reconhecem cada vez mais os impactos positivos de tais insumos na performance da produção.

Contribuiu também para o crescimento, o desempenho positivo da agricultura brasileira, que segundo as estimativas divulgadas em novembro pela Conab – Companhia Nacional de Abastecimento, a safra 2019/20 apontam para um crescimento de 1,8% na produção brasileira de grãos em comparação com a temporada anterior.

Além do cenário conjuntural ser favorável ao agronegócio, os bons resultados alcançados pela indústria de fertilizantes especiais decorrem do constante investimento em pesquisa e desenvolvimento realizado pelas empresas do setor, que resultam na obtenção de produtos cada vez mais eficientes. Historicamente, as indústrias de nutrição vegetal investem entre 5% e 6% das suas receitas brutas em pesquisa e desenvolvimento de inovações tecnológicas nos seus produtos e processos produtivos.

Para a direção da Abisolo, a sequência de resultados positivos exibidos pelo setor decorre também das várias ações desenvolvidas pela própria entidade. Um exemplo nítido dessa percepção é a organização e realização de uma série de eventos, entre fóruns e simpósios, voltados para a difusão das tecnologias aplicadas ao setor de nutrição vegetal e baseados especificamente em estudos e pesquisas científicas dos mais respeitados pesquisadores brasileiros.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink