Brasil avança na colheita, e notícia é boa
CI
Imagem: Leonardo Gottems
DATAGRO

Brasil avança na colheita, e notícia é boa

Estados produtores da oleaginosa estão com as máquinas em intensa movimentação
Por: -Leonardo Gottems

A colheita brasileira de soja da safra 2021/22 alcançou 67,8% da área projetada, de acordo com levantamento realizado pela Consultoria DATAGRO até o dia 11 de março. O resultado representa avanço de 10,4 pontos percentuais ante a semana anterior, ficando praticamente em linha com o avanço médio normal de 10,50 p.p. para o período.

Segundo a DATAGRO, praticamente “os estados produtores da oleaginosa estão com as máquinas em intensa movimentação”. Isso deixa o fluxo bem superior aos 53,3% de igual semana do ano passado e também dos 55,4% da média plurianual – últimos cinco anos. 

Maior produtor do País, o estado do Mato Grosso está na reta final, com 92,6% da área colhida até a última sexta-feira. A exceção são os estados da Bahia e do Rio Grande do Sul, cujos trabalhos estão sendo atrapalhados pelas chuvas.

“A previsão atualizada indica a continuidade de chuvas intercaladas com períodos de sol em toda a região produtora para esta nova semana, permitindo o avanço da colheita e, ao mesmo tempo, mantendo boa umidade para as lavouras mais tardias de verão e nas lavouras de inverno”, diz Flavio Roberto de França Junior, coordenador de Grãos da DATAGRO.

MILHO TAMBÉM AVANÇA

Ainda de acordo com o levantamento da DATAGRO, a colheita do milho de verão na região centro e sul do Brasil atingiu 55,2% da área estimada até o dia 11 deste mês, um avanço de 4,6 p.p. em uma semana, abaixo da média de 7,9 p.p. para a data. Ainda assim, continua bem acima dos 48,0% em igual momento de 2021 e da média dos últimos 5 anos – 44,8%.

Os trabalhos avançaram bem nos três estados do Sul, mas ficaram um pouco mais lentos no Sudeste. Em relação ao plantio do milho de inverno no Centro-Sul, a DATAGRO aponta que 92,4% da área prevista para a região foi semeada, crescimento de 10,5 p.p. em 7 dias. O fluxo segue muito superior aos 77,4% da mesma época do ano passado e dos 85,0% da média plurianual.

“Com as chuvas recentes, as condições gerais das lavouras são satisfatórias na maior parte da região produtora”, conclui França Junior.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.