Agronegócio

Escola no Campo 2016: Cotrijal entrega cartilha e capacita educadores

O material é excelente e só vem a somar com o conteúdo
Por:
2233 acessos

Foi dada a largada para mais uma edição do Projeto Escola no Campo, iniciativa da Cotrijal, Syngenta e secretarias de Educação da região, que busca sensibilizar os estudantes de Ensino Fundamental da necessidade de uma agricultura sustentável, que preserve o meio ambiente e a saúde das pessoas. A primeira atividade deste ano aconteceu, na quarta-feira (18), na Sede da Cotrijal, em Não-Me-Toque, com a formação de professores, secretários e coordenadores de educação de escolas que farão parte do projeto em 2016.


 
Conforme a técnica da área de educação da Fundação Abrinq, Angélica Maran Lucas de Oliveira, a atualização busca dar uma nova roupagem na forma de trabalhar as temáticas propostas. Nesta edição, além do desenvolvimento sustentável e a valorização do campo, o projeto vai abordar questões como o trabalho infantil. “A intenção é ver como está acontecendo essa ‘ajuda’ em casa, que não pode ser uma obrigação, ‘roubar’ a infância”, observou.
 
Entre os profissionais de educação envolvidos, o clima era de motivação. “O material é excelente e só vem a somar com o conteúdo que a gente já trabalha em sala de aula”, opinou a professora de Ciências Elisiane Mossmann, de Carazinho, que vai trabalhar o projeto em duas turmas de 6º ano da Escola Municipal de Ensino Fundamental Doutor Piero Sassi.

 
Em Coqueiros do Sul, a expectativa também é das melhores. “Os professores já estão solicitando a cartilha, que será trabalhada de forma integrada com outras disciplinas. Acredito que teremos desenhos e frases bem criativos no encerramento do projeto”, adiantou a coordenadora do Escola no Campo no município, Joice Specht.
 
Em Saldanha Marinho, a ideia é ir além da sala de aula e envolver ainda mais as famílias dos alunos. “Queremos fazer visitas a propriedades rurais até para conhecer mais a realidade dos nossos alunos”, afirmou Regiane Roesler, que coordena o projeto no município.

 
“Os professores são a peça-chave para o sucesso desse projeto que busca conscientizar alunos na cidade e do campo para os cuidados com o meio ambiente e saúde das pessoas”, reforçou o RTV da Syngenta, Gustavo Agazzi Trindade.
 
Resultado satisfaz
“O material é excelente pelo conteúdo que aborda e pela forma como envolve os professores e alunos de 5º e 6º anos. Com certeza, as crianças que participam do Escola no Campo serão, no futuro, agricultores bem mais conscientes quanto ao manuseio e destino correto das embalagens de agrotóxicos e cuidados com a própria saúde”, destacou o vice-presidente da Cotrijal, Enio Schroeder.
 
Na Cotrijal, o Escola no Campo é desenvolvido pelo Departamento de Desenvolvimento Cooperativista (Decoop), coordenado pela gerente Leila Maria de Lima Mertins.
 
Neste ano, o projeto terá a participação de 1.475 alunos, 99 professores de 53 escolas em 13 municípios da área de ação da cooperativa. Em 2015, iniciativa envolveu 1.465 alunos, 136 professores de 54 escolas de 13 municípios.
 
Desenvolvido desde 2002 pela Cotrijal, Syngenta, Fundação Abrinq e secretarias de Educação da região, o Escola no Campo já atendeu em torno de 22 mil crianças da área de atuação da cooperativa.
 
Maior conscientização
O Escola no Campo demonstra a importância da produção de alimentos saudáveis, sensibiliza os pais, através das crianças, quanto ao uso correto de defensivos agrícolas. Reforça que a prática é proibida para menores de 18 anos. Paralelo a isso acontecem palestras e apresentação de peça teatral.

 
Ações - Através da cartilha, organizada pela Abrinq, os professores desenvolvem o estudo de vários assuntos em sala de aula. Ao final dos trabalhos, cada aluno produzir um desenho e uma frase relacionados com um dos temas abordados. Os melhores trabalhos são premiados no encerramento do projeto.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink