Milho internacional: Paraguai tem demanda confortável
CI
Imagem: Marcel Oliveira
NEGÓCIOS

Milho internacional: Paraguai tem demanda confortável

Nesse contexto, o milho argentino tem preços a R$ 107,70/saca no porto
Por: -Leonardo Gottems

O mercado de milho paraguaio encontra –se sem novidades, com a safrinha se desenvolvendo bem e podendo chegar a 4,0 milhões de toneladas, de acordo com informações da TF Agroeconômica. Sendo assim, os negócios até agora ocorrem de forma lenta.

“Com a demanda mais confortável nos últimos dias, o negócio de cereais disponíveis parece lento. Os vendedores continuam apostando em melhores valores, enquanto os compradores estão ajustando suas indicações, com seus programas concluídos, ou quase concluídos. Para a próxima safra, o desenvolvimento da Safrinha está avançando muito bem e, se continuar assim, sem problemas posteriores, como geadas, períodos de seca ou excesso de chuva, é muito provável que o Paraguai ultrapasse 4 milhões de toneladas de produção”, comenta.

Nesse contexto, o milho argentino tem preços a R$ 107,70/saca no porto. “O recuo das cotações dos prêmios na Argentina e do dólar no Brasil os preços ficaram, novamente, mais atraentes nesta quarta-feira. Para safra nova, Abril voltaram a recuar US$ 4/t para US$ 320, que corresponderia a aproximadamente US$ 371 CIF portos brasileiros do sul ou R$ 107,70/saca nos portos, mais frete até o interior; já a cotação de Maio subiu US$ 12/t para US$ 337/t; Junho também subiu US$ 4/t para US$ 322 e Julho também recuou US$ 4/t para US$ 314/t”, indica.

“Já os embarques Panamax recuaram mais US$ 29/t para US$ 320 para abril e US$ 8/t para maio para US$ 337; junho foram cotados a US$ 314 julho, segundo relatórios recebidos de corretores de Buenos Aires. A quarta-feira apresentou preços mistos para o boi, bezerro e suínos, e frango. O boi gordo teve baixa de 1,09% para R$ 345,30/@, sendo que o acumulado positivo do mês está em 0,66%. O bezerro fechou em baixa de 0,81% para R$ 2.783,55, na variação do mês de -3,51%”, conclui.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.